Notícia

Computerworld Brasil online

Ciesp e Fiesp reúnem empresas em SP para estimular inovação em TI

Publicado em 17 maio 2013

O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SP), promovem o Projeto de Inovação Tecnológica, na próxima terça (21), na sede do Ciesp Leste.

"O objetivo do encontro é sensibilizar e mobilizar as empresas da região para a inovação e com isso aumentar suas capacidades de desenvolvimento competitivo", ressalta Ricardo Martins, diretor da entidade anfitriã.

A região Leste da cidade de São Paulo foi o berço da implantação do parque industrial na capital e conta hoje com 7,5 mil indústrias em atividade. O diretor do CIESP Distrital Leste explica que o projeto tem prevê a capacitação de 240 empresas de micro, pequeno e médio porte. Integram o projeto também a agência USP de Inovação e o Sebrae/SP.

"Boas ideias não surgem por acaso, precisam de planejamento, estratégia, criatividade e inovação. E todo benefí­cio oferecido pelo produto ao cliente é também um diferencial estratégico para o seu negócio", acredita Martins.

A iniciativa pretende levar aos empresários o conhecimento dos instrumentos de apoio existentes, facilitar o acesso a instituições de pesquisa e desenvolvimento e, principalmente, capacitá-los para a elaboração de projetos de inovação tecnológica, conforme requeridos pelas entidades de financiamento e fomento.

A primeira etapa contempla reuniões de sensibilização e mobilização nos principais polos industriais do estado para o tema inovação. Além das empresas industriais da zona Leste, o programa vai atender indústrias do ABCD, Cotia, Guarulhos, Campinas, Osasco, Piracicaba, Sorocaba e outras regiões da Capital.

O evento conta com a presença do gerente do Departamento de Tecnologia do Ciesp, Romeu Grandinetti, que falará sobre o tema "A Evolução da Importância da Inovação na Gestão das Empresas" e do especialista de Competitividade e Tecnologia da Fiesp, Paulo Rocha. As inscrições são gratuitas e as vagas limitadas.

Após outras duas etapas de capacitação de seus profissionais, as empresas contarão com assessoria individual para diagnósticos, elaboração e implementação de seu plano de gestão e elaboração de projetos a serem apresentados às instituições de fomento e financiamento como o Finep, BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) e Fapesp (Fundação de Amparo à  Pesquisa do Estado de São Paulo).

O projeto deverá ter 131 horas de serviços de consultoria e capacitação e deve durar entre um ano e um ano e meio, de acordo com a evolução das empresas.

Da Redação