Notícia

Folha.com

Cientistas pesquisam caminho mais rápido para tratar depressão com moduladores epigenéticos

Publicado em 21 dezembro 2020

Por Karina Ninni, da Agência FAPESP
Há grandes desafios no tratamento da depressão. Entre eles, há o fato de que quase 50% dos pacientes não respondem bem às drogas disponíveis e o tempo que as medicações convencionais demoram para começar a fazer efeito. Um grupo ligado à USP (Universidade de São Paulo) resolveu abordar o segundo problema, apontando um caminho para tratamentos que tivessem resultado mais rápido sobre a depressão, já que os efeitos das [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.