Notícia

Blog da Amazônia

Cientistas pesquisam a maior família de plantas do mundo

Publicado em 24 março 2012

Vinte e cinco mil descendentes distribuidos pelo mundo inteiro.Um clã de dar inveja aos seres humanos.Os botânicos a definem como a família das compostas. Espécies vegetais que se desenvolveram para formar um dos maiores e mais importantes grupos de plantas do planeta.

Entrevista com José Pirani - professor titular do departamento de botânica da Universidade de São Paulo:"É a família mais bem sucedida de plantas na atualidade.Ela evoluiu com seus representantes de forma a conseguir conquistar todos os biomas da terra.Só não existem membros na Antártida.O resto você vai ter do pico de uma montanha à floresta úmida, à floresta seca, às dunas com água salgada. em qualquer ambiente da Terra, deserto, semideserto."Professor do departamento de botânica da USP,José Pirani foi escolhido para coordenar, na sede da Fapesp-Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo, um encontro internacional sobre as plantas que despertam tanto interesse dos cientistas. Algumas das espécies , ornamentais, medicinais e comestíveis são velhas conhecidas. 

Entrevista com José Pirani - professor titular do departamento de botânica da Universidade de São Paulo:

"É o grupo do girassol, da alcachofra, de várias verduras como alface chicória, almeirão.Veja que as flores do girassol tem o aspecto de uma margarida.O girassol não é uma única flor é um conjunto de flores que trabalha gradativamente e que são possivelmente a melhor melhor explicação do sucesso dessa planta."

Neste auditório estão reunidos importantes pesquisadores da enorme família de plantas. São cientistas de vários países que tem oportunidade de divulgar seus trabalhos, trocar experiência, conhecimento e melhorar a qualidade das pesquisas, O uso das plantas e a estratégia de conservação das espécies.Espécies que são fontes de alimento não só para o homem, para vários insetos também.Plantas fundamentais para manter a biodiversidade que dependem da conservação dos biomas onde ocorrem , diz este biólogo da Unicamp-Universidade Estadual de Campinas-SP:

Entrevista com Thomas Lewinsohn-biólogo- professor titular de ecologia da Unicamp:

"Um dos papéis importantes da ciência hoje em dia é tornar seu conhecimento disponível e aproveitável para ações concretas para especialmente que conciliem, integrem melhor a produção e conservação.Nós queremos conservar seguimentos importantes de todos os biomas, de todos os ecossistemas brasileiros porque isso é o nosso patrimônio natural e esse patrimônio, literalmente, ele é insubstituível "

Autor: Editora-chefe:Vera Diegoli.Reportagem:Márcia Bongiovanni. Pauta:Marici Arruda.Edição de Texto:Mylene Parisi.Edição de Imagens:João Kralik.

Fonte: TV Cultura - Repórter Eco