Notícia

Jornal de Itupeva

Cientistas observam estrela nascendo fora de galáxia

Publicado em 02 outubro 2007

Astrônomos encontraram evidências de que estrelas não estão nascendo dentro de uma galáxia, e sim fora, em uma cauda formada pelo seu deslocamento, informou a Agência Fapesp nesta terça-feira. A cauda é parecida com um cometa, só que maior, se estendendo por mais de 200 mil anos-luz. O estudo será publicado na revista The Astrophysical Journal.

A cauda foi criada a partir do gás liberado pela galáxia ESO 137-001, que está se deslocando rapidamente em direção ao centro do Abell 3627, um impressionante aglomerado de galáxias. A descoberta foi realizada a partir do observatório de raio X Chandra, da Nasa, com o Soar, consórcio instituições americanas, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

As observações indicam que o gás na cauda tem sido responsável pela formação de milhões de estrelas. Como grandes quantidades de gás e poeira necessárias para a formação de estrelas são geralmente encontradas apenas dentro de galáxias, até agora não se suspeitava que um número tão elevado de estrelas pudesse se formar fora de uma delas.