Notícia

Canal Aberto online

Cientistas escolhem Ilhabela para debater a evolução da ciência de hoje e de sempre

Publicado em 24 agosto 2012

Importante encontro de cientistas, mestres e estudantes, promovido pela Fapesp (Fundação de Amparo a Pesquisas no Estado de São Paulo), realiza-se em Ilhabela, desde o dia 19, estendendo-se até 31 de agosto, mais precisamente no Ilha Flat Hotel.

São aproximadamente oitenta alunos e pesquisadores e vinte professores cientistas da Universidade de São Paulo, da Universidade Estadual de Campinas, Universidade Federal do Rio de Janeiro, além das Universidades de Harvard, Yale, Los Angeles, Hawaii, México, participando do SP-SAS-Evo (São Paulo School of Advanced Science Evolution) que a Fapesp promove, sendo a vez primeira no litoral brasileiro. Essa realização se dá há três anos, tendo sido realizadas em torno de dez até hoje, voltada na fase atual a pesquisas sobre Paleontologia, Genética e Integrativa, áreas relacionadas à evolução.

O Núcleo de Pesquisas em Biodiversidade Marinha tem como vice-diretor Antonio Carlos Marques, professor da Universidade de São Paulo e que atendeu a reportagem, entre rodadas de debates, com mesas redondas que se desenvolvem ao longo do dia, nas dependências do Centro de Convenções do Ilha Flat Hotel, em Ilhabela.

Teve oportunidade de tecer considerações sobre o trabalho de pesquisas do Cebimar, com sede em São Sebastião, salientando o modelo de estudos desenvolvidos na atualidade, sobre a área impactada ambientalmente, do aterro do Araçá, para a ampliação do Porto.

A proposta da Fapesp é criar escolas e oportunidades para áreas específicas da ciência do mais alto perfil internacional, para tanto fazendo convergir estudos sobre a biologia, na ininterrupta busca de sua evolução, evidenciando a interatividade aluno - professor.

"Esses doze dias que todos passam em Ilhabela permitirão abrirem-se debates, consolidando oportunidades para alunos pesquisadores e mestres cientistas interligarem conhecimentos, distribuindo e somando a um só tempo", disse-nos o professor Antonio Carlos Marques.

Redação