Notícia

DCI online

Cientistas do Brasil se apresentam na Austrália

Publicado em 06 julho 2012

Segundo a agência de notícias da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp), os cientistas fazem parte do Centro de Pesquisa e Análise de São Paulo (Sprace, em inglês), um grupo de pesquisa da Universidade Estadual Paulista (Unesp) que participa das pesquisas conduzidas na Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (Cem), na Suíça.

A equipe do Sprace, coordenada por Sérgio Novaes, é composta por Sandra Padula, Thiago Tomei, Flávia Dias e Ângelo Santos. Os trabalhos do grupo exploram as consequências da possível existência de dimensões extras no Universo e relatam resultados recentes obtidos em colisões de íons.

O Sprace teve participação ativa no experimento DZero do Fermilab, nos Estados Unidos, que operou até setembro de 2011, e vem desenvolvendo pesquisas junto ao centro de estudos do Cem, com o qual já publicou mais de 130 trabalhos científicos. O cluster do Sprace faz parte do Worldwide Computing Grid do LHC (WLCG) e, por meio de recursos concedidos pela Fapesp, acaba de agregar mais 64 módulos de processamento e aumentar sua capacidade de armazenamento para 1 Petabyte. “O apoio da Fapesp, por meio do nosso Projeto Temático, tem sido decisivo para nossas atividades de análise de dados do LHC”, disse Novaes.

Informações sobre o Sprace no site www.sprace.org.br.