Notícia

Folha de S. Paulo

Cientistas de SP testam células-tronco para tratar incontinência urinária

Publicado em 27 setembro 2018

Por Phillippe Watanabe
​Uma tosse ou uma risada e vem a sensação de urina vazando. Espirrar, levantar objetos e fazer exercícios também causam o efeito indesejado, realidade de pessoas que sofrem com incontinência urinária por esforço. O problema, que afeta mais as mulheres, ocorre por conta do enfraquecimento dos músculos e tecidos (como o assoalho pélvico) envolvidos no processo de liberação de urina. O parto é um dos principais eventos associados à incontinência. O envelhecimento —e a consequente perda de tônus muscular— também são [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.