Notícia

UNIOESTE

Cientista da Unioeste

Publicado em 16 novembro 2021

A AD Scientific Index o Ranking for Scientist - World Scientist and University Rankings 2021 divulgou a lista com o nome dos cientistas mais influentes no Mundo e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná está muito bem representada com a citação de 101 professores pesquisadores. No total foram citados nesta lista 707.846 cientistas de 204 países em 13.466 universidades.

Entre os cientistas citados no ranking está o professor Marcos Aurélio Saquet que desde 2001 leciona no curso e Geografia do Campus de Francisco Beltrão. Quanto estar na lista ele comenta que “é importante saber que nosso trabalho é, de alguma forma, valorizado. Aliás, muitas vezes, somos mais reconhecidos fora da universidade e da região onde trabalhamos, mesmo assim, não deixa de ser uma motivação a mais para continuarmos estudando e, no meu caso, trabalhando, além do ensino, na extensão universitária, ou seja, com a pesquisa-ação-participativa. Então, é um processo contraditório, porque esse é mais um índice de produtividade, feito com base em critérios do hemisfério Norte, sobretudo da Europa e dos EUA, sem revelar adequadamente o que fazemos em termos de importância científica e social, porém, ao mesmo tempo, talvez seja motivo de autorreflexão e autoavaliação, portanto, pode nos instigar a rever nossa prática docente cotidiana, como verdadeiros servidores públicos”.

Projetos

Entre os projetos destacados pelo professor Marcos estão: 2019 – Atual: “ALIMENTO E TERRITÓRIO”, com bolsa de produtividade do CNPq e 2016 - Atual “Territorio y soberanía alimentaria: redes cortas, cooperación y gestión de la producción y comercialización de alimentos de grupos campesinos. Casos de estudio en México, Colombia y Brasil”, financiado pelo CONACYT – México.

Currículo

Professor Marcos é Dr. em Geografia pela Unesp – Presidente Prudente (São Paulo) e Phd pelo Politécnico e Università di Torino - Itália. É autor de diferentes livros, entre os quais “Enfoques y concepciones de territorio”, 2019, Bogotá, Editorial Universidad Distrital F. J. de Calcas; “Saber popular, praxis territorial y contrahegemonía”, 2020, Ciudad de México, Editorial Itaca. É avaliador de diferentes órgãos de financiamento, como o CNPq, CAPES, FAPESP, CONACYT – México e CNR – Itália. Foi professor visitante em distintas universidades (aulas presenciais ou remotas) da Colômbia, Argentina, Costa Rica, Itália e México. Pesquisador dos temas de desenvolvimento territorial próprio, agroecologia, campesinato, circuitos curtos e decolonialidade.