Notícia

Claudia

Ciências

Publicado em 31 agosto 2012

GLAUCIA MENDES SOUZA

Em suas pesquisas com cana-de-açúcar, a bioquímica paulistana se esforça para conseguir, com base na manipulação genética, espécies mais ricas em sacarose e mais resistentes à seca e a doenças.

Com isso, o país poderá aumentar o consumo do etanol em substituição ao petróleo.

“Sua trajetória destaca-se pela criação de conhecimento de relevância econômica e social e pela formação de futuras gerações de cientistas”, diz Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fapesp, instituição de amparo à pesquisa, sobre esta professora do Instituto de Química da Universidade de São Paulo.