Notícia

Organics News Brasil

Ciência pode ajudar a reduzir impacto de fertilizantes nitrogenados no meio ambiente

Publicado em 25 abril 2016

Destaca-se o importante papel que o nitrogênio exerce na vida no planeta, especialmente na produção de alimentos.

Os fertilizantes nitrogenados, que contêm o elemento nitrogênio num formato assimilável pelos vegetais, são importantes para a formação das proteínas indispensáveis à saúde do caule e da raiz das plantas, mas seu uso indiscriminado aumenta as emissões de óxido nitroso, um potente causador do efeito estufa.

O equilíbrio dessa relação será um dos temas estudados na School of Advanced Science on nitrogen cycling, environmental sustainability and climate change, que o Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da Universidade de São Paulo (USP) e o Inter-American Institute for Global Change Research realizarão de 31 de julho a 10 de agosto, em São Pedro (SP).

“Entre os diversos setores para os quais o nitrogênio é importante está a agricultura, que é também o que mais interfere no ciclo do elemento na Terra em função do amplo uso de fertilizantes. Mas, como uma verdadeira commodity, o nitrogênio é ofertado de maneira desigual entre países ricos e pobres, sendo usado em grandes quantidades por alguns, causando prejuízos ao meio ambiente, e, por outro lado, estando escasso em outras partes do mundo, atrasando o desenvolvimento da produção de alimentos de diversas nações.

Entre os temas abordados pela programação estão os desafios e oportunidades relacionados ao ciclo do nitrogênio, tratando da sua fixação biológica, dos seus ciclos geoquímicos e da modificação humana que tem sofrido; o uso do nitrogênio e suas consequências ambientais (pegada de nitrogênio, o uso futuro de fertilizantes nitrogenados, emissões de gases do efeito de estufa associadas ao uso de N, efeitos cascata); e o ciclo do nitrogênio sob diferentes estresses climáticos, ilustrados pelos biomas brasileiros da Amazônia, Cerrado e Caatinga.

Os participantes serão selecionados de acordo com o mérito da sua atuação acadêmica na área e poderão ter suas despesas de viagem e hospedagem custeadas.

Mais informações sobre como se inscrever na seleção estão disponíveis em www.iai.int/?p=11889. As inscrições serão encerradas no dia 30 de maio, às 14h.

O evento, que tem apoio da FAPESP na modalidade Escola São Paulo de Ciência Avançada (ESPCA), é promovido em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Universidade de Brasília (UnB) e a International Nitrogen Initiative (INI).

** Com informações da Agência Fapesp