Notícia

Revista Museu

Ciência e arte por frei Veloso

Publicado em 26 setembro 2011

SÃO PAULO, São Paulo - A aproximação interdisciplinar entre ciência e arte, promovida pelo naturalista brasileiro frei José Mariano da Conceição Veloso (1741-1811) e pelas publicações da Tipografia do Arco do Cego, foi o tema da terceira edição do Seminário Mindlin na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Promovido na semana passada pela Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo (USP) e pela Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, o evento marcou a celebração dos 200 anos da morte de Veloso e compõe o projeto "Frei Mariano Veloso e a Tipografia do Arco do Cego", organizado por Pedro Puntoni, coordenador da Brasiliana Digital e professor do Departamento de História da USP.

Além do Seminário Mindlin 2011: Frei Mariano Veloso e a Tipografia do Arco do Cego, o projeto contempla a digitalização do acervo doado por Guita e José Mindlin à universidade e a exposição de 60 obras da tipografia na Pinacoteca.

O seminário, realizado nos dias 22 e 23 de setembro, teve por objetivo a reflexão sobre a relevância histórica e científica das obras de Veloso e da Tipografia Calcográfica, Tipoplástica e Literária do Arco do Cego para o desenvolvimento e a difusão das ciências em Portugal e, principalmente, no Brasil entre a segunda metade do século 18 e o início do século 19.

O evento visou também à discussão sobre a história do livro e da imprensa, assim como a produção editorial de Portugal na época. "Ao falarmos sobre o livro falamos sobre o passado e o presente, pois esses livros se estruturaram no passado e, tal como existem em sua materialidade, são uma espécie de resistência aos seus meios técnicos de construção", disse Maria Arminda do Nascimento Arruda, pró-reitora de Cultura e Extensão da USP, durante a abertura do encontro.

Especialistas e pesquisadores de instituições brasileiras e portuguesas participaram de mesas-redondas para discutir aspectos da obra e do legado do naturalista e das publicações da Tipografia do Arco do Cego.

Entre os temas abordados estiveram "A política editorial régia", "As principais referências aos estudos de botânica e de história natural", "As viagens filosóficas comandadas por frei Veloso" e "A formação de engenheiros militares como desenhistas".

Nascido em Minas Gerais e primo de Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes), frei Veloso foi missionário em algumas aldeias indígenas de São Paulo. Entre 1782 e 1790, empreendeu a Expedição Botânica, conjunto de viagens que percorreu a capitania do Rio de Janeiro até o interior paulista, em que diversas espécies de vegetais foram descritas, preparadas e ilustradas.

Com o término da expedição, o frei se mudou para Lisboa (Portugal) com o objetivo de avançar o conhecimento científico sobre as espécies brasileiras. Lá, passou a dirigir a Tipografia do Arco do Cego (1799-1801), editora na qual coordenava gravadores e desenhistas, entre outros funcionários.

No curto período da Arco do Cego, Veloso publicou mais de 80 livros entre tratados de história natural, traduções de obras filosóficas de diversos idiomas e publicações voltadas para a indústria e a arte da ilustração, desenho, pintura e arquitetura.

"Muitos dos livros publicados no âmbito da Tipografia do Arco do Cego são destinados ao aperfeiçoamento de técnicas de maquinário para a produção agrícola, visando, por exemplo, à melhoria da produtividade da cana e a introdução de novas espécies na agricultura brasileira", explicou Puntoni.

Puntoni coordenou a pesquisa Por uma Biblioteca Brasiliana Digital, com apoio da FAPESP por meio da modalidade Auxílio à Pesquisa - Regular e diversas bolsas. A pesquisa integra o Projeto Brasiliana USP, implantado pela Biblioteca Mindlin em um projeto da Reitoria da USP concebido e inicialmente coordenado pelo professor István Jancsó (1938-2010).

O Seminário Mindlin 2011: Frei Mariano Veloso e a Tipografia do Arco do Cego teve apoio da FAPESP por meio da modalidade Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica e/ou Tecnológica.

As obras publicadas pela Tipografia do Arco do Cego das quais frei Veloso atuou como editor, autor e colaborador estarão expostas até 15 de novembro na Pinacoteca do Estado, localizada na Praça da Luz, nº 2, São Paulo (SP).

Mais informações: www.brasiliana.usp.br/SM2011

Fonte: Agência Fapesp - Mônica Pileggi