Notícia

Cidade Virtual

Chuveiros oferecem ambiente à proliferação de micróbios, diz pesquisa

Publicado em 08 outubro 2009

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Colorado (UC), em Boulder, nos Estados Unidos, afirma que os chuveiros domésticos oferecem um ambiente propício para a proliferação de micróbios potencialmente patogênicos, que podem ser inalados na forma de partículas suspensas. A pesquisa concluiu que cerca de 30% dos chuveiros analisados abrigavam níveis consideráveis de uma bactéria ligada a doenças pulmonares.

Segundo Norman Pace, professor do Departamento de Biologia Molecular, Celular e de Desenvolvimento da UC, não é surpreendente encontrar patógenos em águas da rede pública, mas os pesquisadores descobriram que algumas bactérias se aglutinam e formam um biofilme viscoso, o qual adere ao interior dos chuveiros, em uma concentração mais de cem vezes a encontrada na água encanada. Quando a pessoa liga o chuveiro e recebe um jato de água, provavelmente está levando também uma carga particularmente elevada de Mycobacterium avium, que pode não ser muito saudável, diz Pace.

Em pesquisa, o Hospital Nacional Judaico, em Denver, indicou um crescimento nos EUA, nas últimas décadas, de infecções pulmonares relacionadas a espécies de bactérias não ligadas à tuberculose, como a Mycobacterium avium. De acordo com os autores, esse crescimento pode estar relacionado ao fato de a população do país ter passado a utilizar mais o chuveiro e menos a banheira. As informações são da Agência da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).