Notícia

Revista Amazônia

Chamada com União Europeia seleciona projetos de pesquisa em medicina personalizada

Publicado em 18 fevereiro 2021

A FAPESP anunciou, em conjunto com a União Europeia – no âmbito da iniciativa ERA PerMed – e com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), chamada de proposta para selecionar projetos colaborativos de pesquisa sobre medicina personalizada e ferramentas de suporte clínico para sua implementação.

Participam da chamada instituições de 23 países, com as quais a FAPESP mantém parceria ativa, como a ANR (França), BMBF (Alemanha), IFD (Dinamarca) e FNRS (Bélgica), além de diversas outras agências de fomento estaduais, por meio do Confap.

A chamada contempla três temas de pesquisa: a transição da pesquisa básica para a pesquisa clínica e implementação; big data e tecnologias da informação e comunicação; e implementação responsável de soluções em saúde, considerando os aspectos éticos, legais e sociais da medicina personalizada.

O objetivo principal da chamada é contribuir para uma estratificação de pacientes mais ampla e melhor caracterizada, definindo diagnósticos e protocolos de tratamento e prevenção personalizados, melhorando assim a prevenção e o gerenciamento de doenças.

É fundamental que os projetos apresentem, já na fase de desenvolvimento, estratégias para o envolvimento precoce das autoridades reguladoras e a interação próxima com diferentes atores (academia, centros de pesquisa, iniciativa privada, associações de médicos ou pacientes etc.) para preencher a lacuna entre as primeiras descobertas e a eventual implementação ou comercialização dos resultados.

Condições para submissão

As propostas enviadas à FAPESP devem ter um pesquisador proponente no Estado de São Paulo e ao menos dois pesquisadores parceiros estrangeiros, cada um de um país diferente entre aqueles que participam da chamada.

A FAPESP financiará pesquisadores vinculados a instituições de ensino superior e pesquisa do Estado de São Paulo, na modalidade Auxílio à Pesquisa – Regular, com adaptações específicas para esta chamada. As propostas devem ter duração de até três anos e orçamento máximo de R$ 150 mil anuais.

Proponentes do Estado de São Paulo devem consultar a FAPESP quanto à sua elegibilidade até o dia 4 de março.

O pesquisador coordenador do consórcio internacional deve encaminhar pré-proposta até 17 de junho, por meio da plataforma criada pela chamada PerMed em conformidade com os procedimentos descritos na chamada internacional.

Somente os grupos considerados elegíveis na etapa de pré-propostas serão convidados para a fase de propostas completas, que deve começar em maio e se encerra em 17 de junho. As propostas devem ser submetidas simultaneamente pelo pesquisador de São Paulo, via Plataforma SAGe, e pelo pesquisador coordenador do consórcio, via plataforma da chamada internacional.

Instruções completas para pesquisadores do Estado de São Paulo estão disponíveis em: www.fapesp.br/14737.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Plantão News (MT)