Notícia

O Tempo

Cerveja só faz bem logo após ser fabricada

Publicado em 20 setembro 2007

Se você quer extrair alguns benefícios à saúde da cervejinha do fim de semana, o conselho da ciência é: olhe a data de validade e beba logo. Essa é a principal conclusão de uma pesquisa feita por Priscila Becker Siqueira, que acaba de concluir seu mestrado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). De acordo com o estudo, a maior quantidade de substâncias benéficas da cerveja está presente até 15 dias após a data de fabricação da bebida.

Segundo a Agência Fapesp, o trabalho de Siqueira se concentrou nas propriedades antioxidantes da cerveja, ligadas ao retardo do envelhecimento celular e à possível prevenção de doenças como problemas cardíacos e males neurodegenerativos. As principais substâncias da cerveja que fazem esse serviço são os compostos fenólicos, oriundos, no caso da bebida, do malte e do lúpulo.

Siqueira avaliou três marcas nacionais de cerveja e descobriu que elas continham cerca de 400 miligramas por litro de compostos fenólicos, contra 700 mg/l no suco de goiaba e até 2 gramas por litro no suco de uva.