Notícia

Protec - Pró-Inovação Tecnológica

Centros de Inteligência Artificial podem capturar R$ 1 milhão da FAPESP

Publicado em 13 fevereiro 2020

Oito Centros de Pesquisa Aplicada (CPA) em Inteligência Artificial (IA) deverão ser criados no Brasil por meio de uma cooperação entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC), a FAPESP e o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI).

O edital com chamada de propostas para a constituição dos quatro primeiros centros foi publicado em dezembro de 2019 (veja aqui) e o prazo para a apresentação de propostas segue até 20 de maio de 2020. A divulgação das propostas selecionadas será feita em 20 de outubro de 2020. A ideia é que cada um desses oito centros trabalhe em rede com outras instituições, grupos e pessoas, que atuam na área pelo Brasil todo.

Os CPAs se dedicarão ao desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, aplicadas e orientadas à resolução de problemas que possam ser resolvidas por meio de Inteligência Artificial. Os quatro primeiros centros, dois em São Paulo e dois em outros estados, terão por áreas focais Saúde, Agricultura, Indústria e Cidades Inteligentes. Cada CPA poderá receber até R$ 1 milhão por ano da FAPESP e mais R$ 1 milhão das empresas privadas parceiras. Os centros serão apoiados por cinco anos, renováveis por mais cinco, dependendo dos resultados alcançados.

O CPA em IA deverá ser capaz de realizar pesquisa avançada que contribua para atender às demandas múltiplas da sociedade brasileira por produtos e serviços que possam ser implementados de forma eficiente por meio da IA e cujos resultados apresentem potencial de aplicação no mercado, com temas e objetivos específicos, buscando ativamente oportunidade para contribuir para a inovação nas áreas temáticas de saúde, agricultura, indústria e cidades inteligentes.