Notícia

Jornal da Unesp online

Centro é pioneiro na difusão científica por telefone celular

Publicado em 04 março 2007

Por José Ângelo Santili

Todo a produção científica do Centro Multidisciplinar para o Desenvolvimento de Materiais Cerâmicos (CMDMC), desde a última sexta-feira (30/03), está disponível na internet para ser acessado pelo celular, pelo endereço wap.cmdmc.com.br. A intenção do CMDMC é aplicar, com eficiência, os novos meios tecnológicos visando a difusão do conhecimento produzido em seus laboratórios, disse José Arana Varela, diretor de Inovação Tecnológica do Centro e professor do Instituto de Química (IQ), do campus de Araraquara.

Além de permitir o acesso ao conteúdo institucional do CMDMC, as notícias de ciência e tecnologia, publicações científicas e galerias de fotos obtidas por meio de Microscópio de Varredura Eletrônica (MEV), também é possível, pelo sistema wap, assistir os vídeos produzidos pelo Centro.

O sistema wap (Wireless Application Protocol), ou navegação sem fio, funciona em telefone celular equipado com tal navegador. Também pode ser utilizado em aparelhos móveis com sistemas mais avançados como o PDA (Personal Digital Assistant), ou um computador de mão.

"Tivemos a preocupação de integrar toda a base de dados cadastrada na Plataforma Lattes, da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) com o nosso portal, mantendo uma maior consistência das informações", explica o professor Elson Longo, diretor do CMDMC e pesquisador do Instituto de Química (IQ) da UNESP, campus de Araraquara, ao qual o Centro está vinculado.

O CMDMC reúne pesquisadores da UNESP, UFSCar, USP-São Carlos e IPEN. É dos dez centros de excelência criados pela Fapesp, por meio do programa Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) e conta com apoio do CNPq.

A tecnologia para o acesso wap foi desenvolvida pela Aptor Software, uma empresa especializada em Tecnologia da Informação nas áreas de formação de redes de pesquisa, gerenciamento de eventos científicos e sistemas de educação apoiados por computador, nascida nos laboratórios do centro de pesquisa.

O gerente da Aptor Software, Thiago Jabur, mestre em Ciência da Computação, destaca o acesso à internet pelo sistema wap não é caro. Ele explica que, neste caso, o usuário não paga por tempo, mas por dado acessado.