Notícia

EFE (Espanha)

Centro de pesquisas brasileiro quer dominar técnicas de obtenção do grafeno

Publicado em 24 junho 2013

São Paulo, 24 jun (EFE).- Com previsão de inauguração para o primeiro semestre de 2014, o Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologia (MackGrafe), da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, quer dominar as técnicas de obtenção do grafeno, conhecido como a matéria-prima do século 21.

Com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), primeiro do gênero no Brasil, o Centro vai contar com equipamentos sofisticados distribuídos por uma área de 6.500 metros quadrados. O investimento realizado no local é de 15 milhões de dólares. O grafeno é um cristal bidimensional de átomos de carbono organizados em uma rede de padrão hexagonal.

EFE