Notícia

Jornal da USP online

Centro de pesquisa fortalece parceria com Defesa Civil na prevenção de desastres

Publicado em 10 abril 2019

Por Adriana Cruz

No dia 9 de abril, foi renovado acordo técnico e científico entre a USP e a Casa Militar, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes

O secretário-chefe da Casa Militar e coordenador da Defesa Civil, Walter Nyakas Júnior (à esquerda) e o reitor Vahan Agopyan, na cerimônia de assinatura do convênio – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Foi assinada, no dia 9 de abril, a renovação do acordo técnico e científico entre a USP e a Casa Militar – Defesa Civil de São Paulo para fortalecer o trabalho desenvolvido no âmbito do Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres no Estado de São Paulo (Ceped).

A cerimônia foi realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo, e contou com a presença de dirigentes da Universidade e representantes de instâncias governamentais.

O Centro, que é um núcleo de apoio à pesquisa da Universidade, tem como objetivos produzir, integrar, contextualizar, disseminar e disponibilizar o conhecimento produzido por diversas fontes e instâncias com o propósito de contribuir na gestão de riscos, nas ações de prevenção, mitigação e preparação, e na gestão de desastres, nas ações de resposta e recuperação, em âmbito regional e nacional.

O Ceped foi criado em 2014 e é coordenado pela Escola Politécnica (Poli). Além da Poli, nove Unidades de Ensino e Pesquisa da USP fazem parte do Centro, com atuação interdisciplinar e integrando cerca de 40 pesquisadores da Universidade: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas; Instituto de Psicologia; Instituto de Geociências; Faculdade de Saúde Pública; Escola de Artes, Ciências e Humanidades; Faculdade de Direito; Escola de Engenharia de São Carlos e Instituto de Arquitetura e Urbanismo.

“O conhecimento produzido nas universidades tem que ser, cada vez mais, colocado à disposição da sociedade. Este já é um projeto de sucesso, com resultados palpáveis. Já está sendo possível produzir e compartilhar o conhecimento produzido por esse grupo de pesquisadores para que a Defesa Civil de São Paulo se torne cada vez mais eficiente”, afirmou o reitor da USP, Vahan Agopyan.

O coordenador do Ceped, Hugo Tsugunobu Yoshida Yoshizaki, falou sobre as atividades desenvolvidas pelo Centro desde sua criação, em 2014 – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

O coordenador do Ceped, Hugo Tsugunobu Yoshida Yoshizaki, falou sobre o trabalho desenvolvido pelo Centro nos últimos cinco anos e os resultados alcançados até aqui. Dentre eles está a edição de dois livros: “Logística Humanitária” e “Desastres – Múltiplas Abordagens e Desafios”; a participação dos pesquisadores do Centro no relatório que apresenta um diagnóstico de classificação de barragens de mineração, elaborado pelo Governo Estadual, em 2016, após o desastre ocorrido na cidade de Mariana, em Minas Gerais; além de teses e dissertações produzidas por alunos orientados por pesquisadores do Ceped.

“Como este projeto, a USP desenvolve uma de suas múltiplas atividades, que é a de participar ativamente da vida do Estado e trazer contribuições de ciência e tecnologia para uma área que dela muito precisa”, destacou o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e ex-reitor da Universidade, Marco Antonio Zago.

O secretário-chefe da Casa Militar e coordenador da Defesa Civil, Walter Nyakas Júnior, também comemorou a consolidação da parceria. “Minha alegria é ver o Ceped evoluindo. Todas as áreas dependem do conhecimento e a academia vem ao encontro disso”, disse.

Na cerimônia, o reitor da USP, o presidente da Fapesp e o coordenador do Ceped foram agraciados com o diploma “Omnium Horarum Homo”, concedido pela Casa Militar a pessoas físicas e jurídicas que se destacaram em atividades concernentes à Defesa Civil.