Notícia

JC e-mail

Centro de pesquisa da USP produz vacina de DNA contra tuberculose

Publicado em 23 agosto 2000

Por Marcelo Toledo escreve para a "Folha de SP":
O primeiro centro brasileiro de pesquisas sobre tuberculose a produzir vacinas de DNA será o da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, da USP. O coordenador é o biólogo molecular Celio Lopes Silva. O grupo vai ter, entre pesquisadores e colaboradores, cerca de 90 pessoas. O centro tem um financiamento de R$ 500 mil da Fapesp (Fundação de Amparo á Pesquisa de SP) para a ampliação da futura sede. "Com a vacina, os tratamentos devem ser realizados em um período de dois meses, contra os seis meses atuais. A taxa de abandono de tratamento também deve cair muito", afirmou Lopes Silva. O docente da USP ficou conhecido internacionalmente quando a revista "Nature", na edição de julho de 99, publicou os resultados de sua pesquisa sobre a vacina para a tuberculose. Diferentemente da vacina BCG, a vacina de DNA é responsável pela produção de uma proteína que não só previne o estabelecimento da infecção e da doença como também cura casos crônicos da doença já estabelecida. As pesquisas estão sendo realizadas em cobaias e a previsão de aplicação em humanos é de até três anos. O local contará com o trabalho de diversos grupos de pesquisas, como das áreas de biologia molecular, microbiologia e genética. O convênio para a formação do centro foi assinado pelo reitor da USP, Jacques Marcovitch, o diretor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Michel Pierre Lison, e o pesquisador Célio Lopes Silva. (Folha de SP, 23/8)