Notícia

São Carlos Agora

Centro de pesquisa da UFSCar e Diretoria de Ensino de São Carlos avançam em projeto de avaliação digital

Publicado em 07 agosto 2019

Nesta semana, de 5 a 9 de agosto, cerca de 10 mil alunos de 36 escolas da rede pública da região de São Carlos realizam mais uma rodada da aplicação pioneira de provas digitais - em tablets, celulares e na versão web - da chamada "Avaliação de Aprendizagem em Processo" (APP), promovida pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo junto às escolas de Ensino Fundamental e Médio para acompanhamento dos estudantes e consequente subsídio à progressão de aprendizagens ainda não consolidadas.

O projeto do aplicativo que está permitindo a aplicação digital das provas é fruto de parceria entre a Diretoria de Ensino da Região de São Carlos, o Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) e a Aptor Software, empresa spin off do CDMF. O CDMF é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), com sede na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Na aplicação das provas nesta semana, o CDMF conta com o apoio de 26 pesquisadores de pós-doutorado, doutorado e mestrado, junto a quatro especialistas da Aptor que elaboraram o aplicativo.

Depois da aplicação exitosa da primeira prova digital, em etapa piloto, no último mês de maio - para cerca de oito mil estudantes de 15 escolas dos sete municípios que compõem a região de São Carlos -, o aplicativo foi aperfeiçoado em seu sistema de segurança, permitindo que a prova seja acessada também através dos computadores das salas de informática das escolas. Em atendimento a demanda dos próprios estudantes, também ficou mais fácil a visualização das questões. Um estudo estatístico foi realizado a partir dos dados obtidos na primeira aplicação, revelando que o uso do aplicativo não interferiu no resultado das avaliações, quando comparado à prova tradicional (impressa).

São Carlos realizará as provas em caráter experimental até junho de 2020, sanando todos os problemas identificados para uma possível utilização do sistema para todo o estado de São Paulo, em consonância com os programas Inova em Educação e SP sem Papel, do Governo Estadual. "A meta é aplicar as avaliações digitais em 100% das escolas da regional de São Carlos, visando otimizar o tempo do professor e oportunizar o melhor desempenho dos alunos e assim, de forma sustentável, entrar definitivamente no século XXI", descreve a Diretora Regional de Ensino, Débora Blanco.