Notícia

Agência C&T (MCTI)

Centro de Biotecnologia da Amazônia terá comitê interministerial

Publicado em 09 janeiro 2008

Agência FAPESP — O projeto do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), que teve sua criação publicada na segunda-feira (7/1) no Diário Oficial da União, será coordenado por um comitê formado por representantes de seis ministérios.

Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o comitê conta também com os ministérios da Ciência e Tecnologia (MCT), do Meio Ambiente (MMA), do Desenvolvimento Agrário (MDA), da Saúde (MS) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Segundo o MDIC, além de propor um modelo de gestão para o CBA, o comitê decidirá sobre as diretrizes e prioridades do plano estratégico do centro, bem como irá monitorar a execução das tarefas de seu plano de trabalho.

Nos próximos dez dias, cada ministro indicará um representante e, dentro de 15 dias, o comitê deverá ser instalado para trabalhar em consonância com a Política de Desenvolvimento da Biotecnologia, lançada em fevereiro de 2007.

O CBA é um centro tecnológico voltado para a promoção da inovação tecnológica a partir de processos e produtos da biodiversidade amazônica.  Está inserido na Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior e tem ação integrada com universidades e centros de pesquisa do setor público e privado por meio Rede de Laboratórios Associados.

Entre seus objetivos, destacam-se a agregação de valor a produtos e a processos tecnológicos, o aumento da densidade tecnológica no setor industrial e a promoção de ambiente favorável à inovação tecnológica.