Notícia

Jornal de Piracicaba

Cena participa de avaliação global sobre biocombustíveis

Publicado em 05 abril 2013

O professor do Cena (Centro de Energia Nuclear na Agricultura), da USP (Universidade de São Paulo), Reynaldo Victoria, participará de um processo rápido de avaliação sobre biocombustíveis e sustentabilidade para a Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura). O convite, feito pela Secretaria do Comitê Científico para Problemas do Ambiente, se estendeu a outros pesquisadores dos programas Fapesp de pesquisa em Bioenergia, Biodiversidade e Mudanças Climáticas.

A avaliação deverá resultar em um resumo de políticas contendo uma série de recomendações da academia, indústrias, instituições governamentais e não governamentais (ONGs) para apoiar a tomada de decisões relacionadas a biocombustíveis e sustentabilidade por parte de empresas, governos e instituições internacionais associadas à ONU (Organização das Nações Unidas).

Esta será a segunda avaliação sobre biocombustíveis e sustentabilidade realizada pelo comitê, que já produziu relatórios sobre outros temas, como mudanças ambientais globais, segurança alimentar e biodiversidade. “O primeiro levantamento foi feito em 2009, agora estamos revisando para saber o que aconteceu com os biocombustíveis neste período”, afirmou Victoria, que também é membro da coordenação do Programa Fapesp de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais.

A primeira avaliação, liderada por pesquisadores da Universidade de Cornell, dos EUA, publicada em junho de 2009 com base em dados reunidos até 2007, contou com a colaboração de outro professor do Cena, Luiz Antonio Martínelli, que foi membro da coordenação de programa da Fapesp ligado à biodiversidade, entre 2002 e 2008.

Para iniciar o processo de avaliação, pesquisadores dos três programas de pesquisa da Fapesp e do Scope realizaram, no dia 26 de fevereiro, na Fapesp, um workshop conjunto para descrever e identíficar problemas, desafios e compartilhar perspectivas sobre a sustentabilidade dos bíocombustíveis.

Na primeira semana de dezembro de 2013, o comitê científico do projeto vai se reunir na sede da Unesco, em Paris, na França, para escrever os capítulos em que serão abordados os aspectos econômicos e sociais mais transversais da produção de biocombustíveis.