Notícia

Jornal de Piracicaba

Cena anuncia investimento de R$ 2,5 mi

Publicado em 23 outubro 2011

Por Paola Ribero

Cena (Centro de Energia (Nuclear na Agricultura), da USP, deve começar em, no máximo, 40 dias, as obras de um centro de biologia celular e molecular voltado à agricultura, o Biocena. Orçado em aproximadamente R$ 2,5 milhões - recurso disponibilizado pela Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) -, o projeto é uma iniciativa conjunta entre o Cena e a Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz). O anúncio foi feito ontem pelo diretor do centro de pesquisas, Antônio Vargas de Oliveira Figueira, no café da manhã que comemorou os 45 anos da instituição.

Segundo Figueira, a construção do Biocena, que deverá usar 1.000 dos 60 mil metros quadrados ocupados pelo Cena, está na etapa de licitação. "Será uma instalação centralizada, onde vários equipamentos de tecnologia de ponta vão operar e atender a equipes de pesquisas não apenas de Piracicaba, como também de outras cidades", disse.

Em fase de conclusão, um outro laboratório, de gerenciamento de resíduos, deve começar a funcionar ainda este ano. "É um programa pioneiro, de forma ambientalmente segura, além da reutilização de solventes", disse Figueira, O investimento é de aproximadamente R$ 500 mil, vindos da USE

No total, são 21 laboratórios de desenvolvimento de pesquisas nas áreas agropecuárias, de alimentação e meio ambiente, por meio de técnicas nucleares, que recebem, anualmente, R$ 1,5 milhão de agências financiadoras como a Finep, Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e CNPq (conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

AMBIENTAL — Atento às barreiras comerciais, muitas vezes associadas ao custo ambiental de produção agrícola, o Cena tem focado a área que estuda o impacto da agricultura nomeio ambiente. "Trabalhamos muito com- diagnósticos, levantamento das condições visando fornecer dados de alta qualidade para estabelecer, por exemplo, políticas públicas de conservação ou de ciclos da água. Paralelamente, priorizamos a geração de tecnologia de diversas áreas, incluindo a biotecnologia e a nutrição animal", explicou o professor.

A radiação é também amplamente usada nas diversas experiências do Cena. "Apesar de se tratar de uma ciência ainda pouco conhecida pelos brasileiros, o uso pacífico da energia nuclear traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento e o progresso da humanidade", afirmou Figueira.