Notícia

JC e-mail

Celso Lafer é professor emérito da USP

Publicado em 16 agosto 2012

O embaixador Celso Lafer foi homenageado ontem pelo Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo com o título de Professor Emérito. Na cerimônia, no auditório da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou que os estudos e iniciativas do homenageado na área de relações internacionais constituem "uma contribuição única e pioneira".

Professor aposentado da Faculdade de Direito, onde chefiou o Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito, Lafer foi ministro das Relações Exteriores em 1992 e novamente em 2001 e 2002 e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio em 1999. De 1995 a 1998 foi embaixador, chefe da Missão Permanente do Brasil junto às Nações Unidas e à Organização Mundial do Comércio em Genebra. Desde setembro de 2007, Lafer preside a Fapesp. É autor de diversas obras sobre filosofia, direito internacional, direitos humanos e política brasileira.

Em seu discurso, na cerimônia de ontem, ele recordou que suas primeiras aulas sobre relações internacionais, na Faculdade de Direito, ocorreram em 1973, ainda sob o regime militar. Era um período no qual ainda se dava pouca atenção à questão das relações internacionais.

Pioneirismo - Lafer foi um dos principais responsáveis pela criação do Instituto de Relações Internacionais, que começou como um curso na Faculdade de Economia e Administração. Segundo Fernando Henrique Cardoso, a instituição, que hoje agrega áreas de ensino, pesquisa e extensão, constitui a "expressão institucional do que Lafer preconizava há quarenta anos."

Ainda segundo o ex-presidente, que também é professor emérito da USP, os esforços de Lafer resultaram na aproximação da universidade com a prática diplomática. Até então, era como coubesse à academia apenas os estudos teóricos. "Ele promoveu essa aproximação sobretudo quando foi diplomata em Genebra", disse o ex-presidente.

Entre as personalidades que compareceram à cerimônia, no final da tarde de ontem, encontravam-se os professores aposentados Antonio Cândido e Alfredo Bosi. Também estavam presentes o reitor da USP, João Grandino Rodas, e figuras da diplomacia brasileira do período pós-democratização.

Formação - Lafer formou-se em direito na USP e doutorou-se em ciências políticas na Cornell University, nos Estados Unidos. Em 1992, foi vice-presidente da Conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, realizada no Rio. Na OMC, presidiu o Órgão de Solução de Controvérsias e o Conselho Geral. É membro da Academia Brasileira de Ciências e da Academia Brasileira de Letras.

(O Estado de São Paulo)