Notícia

Portal Brasil

Casa Rui Barbosa reúne pesquisadores internacionais

Publicado em 06 agosto 2014

Carlos Drummond de Andrade, Euclides da Cunha, Gabriel Garcia Marquez. Em comum, ficaram famosos mundo afora pelas obras literárias, mas todos foram, também, jornalistas. A imprensa e a literatura têm longa história em comum e o papel dos escritores na evolução da imprensa europeia do Século XIX é estudado por muitos autores.

A questão será um dos temas debatidos no "Seminário Internacional Imprensa, História e Literatura: o jornalista escritor", promovido pela Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), a Universidade Rennes 2 e o Consulado da França no Rio de Janeiro. O evento reúne pesquisadores e professores de instituições brasileiras e estrangeiras, e inscreve-se no âmbito da cooperação científica entre a Universidade de Rennes 2 e a FCRB.

"É um seminário que reúne três áreas de conhecimento: imprensa, história e literatura e ele tem esse subtítulo do jornalista escritor porque busca pensar a questão do processo criativo do jornalista escritor e vice-versa", explica Isabel Lutosa, uma das coordenadoras do evento, além de pesquisadora da Fundação Casa de Rui Barbosa e titular da Cátedra Sérgio Buarque de Holanda/Fundation Maison des Sciences de l´Homme (Paris).

"Esse debate reúne intelectuais de vários países, há irlandeses, franceses, portugueses. É um diálogo proveitoso entre áreas diferentes e intelectuais. Estamos felizes com o nível das apresentações, coloca a Casa Rui Barbosa em um nível acadêmico brasileiro importante e valoriza seu papel", completa Lutosa.

O debate, que ocorre na Casa Rui Barbosa, no Rio de Janeiro (RJ), começou na terça-feira (5) e segue até a próxima sexta-feira (8). Interessados

Confira abaixo a programação:

Quarta-feira, 06/08

9h30 Mesa 1

"Artur Azevedo, escritor e gazetista do vintém" Orna Levin (IEL/UNICAMP)

"José de Alencar, um escritor de folhetim" - Antonio Herculano Lopes (FCRB)

"Zola-Maupassant: Deux trajectoires d'écrivains journalistes" - Alain Pagès (Sorbonne Nouvelle)

"Aluisio Azevedo, jornalista" Jean-Yves Merian (Rennes2/ERIMIT)

Coord.: Tânia Bessone (Uerj)

14h Mesa 2

"Quelle liberté pour les journaux? Pierre Paul Royer-Collard et les enjeux de la liberté de la presse sous la Restauration" - Corinne Doria (Paris IV)

"Januário da Cunha Barbosa, um empreendedor avant la lettre" Maria Eunice Moreira (PUC/RS)

"Figurações ficcionais em crônicas de Eça de Queirós" Carlos Reis (Universidade de Coimbra)

Coord.: Marcus Veneu (FCRB)

16h Mesa 3

"Quando os escritores discutiam Proust no jornal: o romancista francês na crítica de rodapé brasileira" - Alexandre Bebiano (FFLCH USP)

"João do Rio: o escritor sai às ruas" - Maria Zilda Cury (UFMG)

"Gilberto Freyre em seus primeiros anos de jornalismo literário" Rogério Lima (UNB)

"Oswald de Andrade: mediação cultural, faits divers e literatura nacional" Valéria Guimarães (UNESP/FAPESP)

Coord.: Eliane Vasconcelos (FCRB)

Quinta-feira 07/08

9h30 Mesa 1

"Imprensa, politica e literatura no Brasil do século XIX" - Isabel Lustosa (FCRB)

"Jornalismo como avesso: Lima Barreto e sua experiência na imprensa carioca" Lilia Schwarcz (USP)

"Imprensa e literatura infantil: Viriato Corrêa, de Cazuza ao Fafazinho" Ângela Castro Gomes (CPDOC/FGV)

"San-Antonio, journaliste" Dominique Jeannerod (Queen's University, Belfast)

Coord.: Joelle Rouchou (FCRB)

14h Mesa 2

"Monteiro Lobato: do jornal ao livro" Tania de Luca (UNESP/Assis)

"Jorge Amado e a imprensa: fonte, tribuna, divertimento e holofote" - Josélia Aguiar (USP)

"Ética e política na obra de Albert Camus" Eurídice Figueiredo (UFF/CNPq)

Coord.: Tânia Dias (FCRB)

16h - Mesa 3

"Euclides da Cunha e a banalidade do mal" João Cezar de Castro Rocha (Uerj/CNPq)

"O Brasil modernista na coluna O turista aprendiz de Mario de Andrade" André Botelho (Sociologia - UFRJ)

"Hoje a palavra é: Fatos!": Sérgio Buarque de Holanda, correspondente em Berlin (1929-1930) Robert Wegner (COC/Fiocruz)

Coord.: Marcelo Timotheo da Costa (UNIVERSO/C. Alceu Amoroso Lima)

19h - Lançamento de livro

Sexta-feira 08/08:

9h30 Mesa 1

"Nelson Rodrigues e os "idiotas da objetividade" Cristiane Costa (Comunicação/UFRJ)

"Carlos Drummond de Andrade: Eu sempre fui jornalista" Claudia Poncioni (Sorbonne Nouvelle)

"No balcão com Carlos Fuentes: a ontologia de um escritor jornalista" Wilton Barroso Filho (UNB)

"La chronique, un engagement littéraire et civique chez l'écrivain espagnol Antonio Gala", - Françoise Dubosquet Lairys (Université Rennes 2/ ERIMIT)

Coord: Luiz Barros Montez (UFRJ)

14h Mesa 2

"Journalistes, romanciers et littérature policière en France" - Dominique Kalifa (Sorbonne)

"Lucio Cardoso e os crimes da Noite: um romancista no cotidiano policial" Valeria Lamego (Departamento de Letras/PUC-Rio)

"M. Scliar: jornalista e escritor, incomparável sinergia" Zilá Bernd (UFRGS /Cnpq)

Coord.: Marcos Bretas (UFRJ)

16h Mesa 3

"Rachel de Queiroz, profissão jornalista" Heloisa Buarque de Holanda (PACC/UFRJ)

"Milton Hatoum, o olhar do cronista" - Brigitte Thiérion, (Sorbonne Nouvelle)

"O jornalista, cronista e escritor Antonio Callado e a questão indígena no Brasil" - Rita Olivieri-Godet (Rennes2-ERIMIT/IUF)

Coord.: Isabel Lustosa (FCRB)

19h: Encerramento

Fonte:

Ministério da Cultura