Notícia

O Imparcial (Presidente Prudente, SP)

Cartórios no mundo digital

Publicado em 08 abril 2001

Um novo software da família dos reconhecedores automáticos de caracteres está sendo preparado pela empresa paulistana Carta Consultoria e deve chegar ao mercado até o final deste ano. Destinado a atender as necessidades de cartórios, o aplicativo vai automatizar boa parte do processo de arquivamento, organização e atualização de certidões, processos, atas e outros tipos de papéis que contam a história e registram a vida de cidadãos, de empresas e do poder público. O programa facilitará o acesso a todos esses papéis e disponibilizará um serviço melhor ao público, pois os documentos impressos serão rapidamente transformados em documentos digitais por meio de um scanner. O desenvolvimento do software foi coordenado por Felício Sakamoto, gerente de projetos da Carta, em projeto de pesquisa realizado no âmbito do Programa Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas (Pipe), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo Fapesp, fundação vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com o Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo. A empresa Carta está agora finalizando o projeto, dedicando-se ao trabalho de formatação do produto destinado aos cartórios. Somente na cidade de São Paulo, os cartórios fazem uma média de 140 mil buscas de documentos por mês sem utilizar ferramentas eficazes em sistemas de computação. Se existe pelo menos um cartório por município, e cerca de cinco mil municípios em todo o País, é correto imaginar que exista um mercado carente de inovações para organização de arquivos.