Notícia

Revista Piauí online

Cara a cara com o SARS-CoV-2: 7 mil brasileiros são voluntários para testar vacina

Publicado em 15 maio 2020

Por Amanda Rossi

Quando João Paes Neto completou 18 anos, convidou os amigos para um rolê só para maiores de idade. Foram até a estação de trem de Jandira, cidade na Grande São Paulo onde moravam, e embarcaram em direção a Osasco. Pelo caminho de cerca de 15 km, havia lojas de bebidas, de carros, salões de diversão para garotos. Mas não era nisso que o grupo estava interessado. Ao desembarcarem, caminharam até o hemocentro e pediram para doar sangue. “Eu estava super a fim de virar doador. A enfermeira perguntou: ‘Não tá com medo?’ Não, não tenho medo”, lembra Neto sobre o episódio ocorrido em maio de 2006. Quatorze anos e muitas doações de sangue depois, em maio de 2020, prestes a completar 32 anos, Neto sentiu o ímpeto voluntarista aflorar outra vez. Em isolamento social, pegou o computador e incluiu seu nome em um site que cadastra quem está disposto a ser contaminado com o SARS-CoV-2, o vírus da Covid-19, para tentar acelerar o desenvolvimento de uma vacina. “É um risco que eu posso correr, já que a chance de eu ajudar é maior que de a de eu me prejudicar”, fala Neto, que é roteirista.

Enquanto doar sangue não oferece risco algum, ser exposto ao SARS-CoV-2 é uma experiência incontrolável. A taxa de mortalidade em adultos jovens é baixa – entre 3 e 8 a cada 10 mil, semelhante à da gripe na população em geral. Mas, caso algum voluntário fique gravemente doente, ainda não existe remédio. Além disso, ninguém sabe se a doença pode trazer sequelas de longo prazo. Ainda assim, mais de 7 mil brasileiros aceitaram correr o risco. Esse número faz do Brasil a principal origem dos voluntários, à frente até dos Estados Unidos, onde surgiu iniciativa de cadastramento, chamada “1DaySooner” (um dia antes, em português). Em cerca de quarenta dias, até 13 de maio, o site reuniu 16 mil nomes, de 102 países. “Estamos entusiasmados com a disposição dos brasileiros de dar um passo à frente e se voluntariar para ajudar seus colegas humanos”, diz o grupo responsável pela iniciativa. 

Não é certo que isso vá acontecer. A contaminação de pessoas saudáveis durante uma pesquisa de vacina – prática chamada de “teste de desafio” – envolve um debate ético e precisa receber aprovação especial das agências de regulação de pesquisas. “Valorizo demais quem está se voluntariando, é bonito de ver. Vai reduzir o tempo de duração de algumas fases de produção de vacina, de alguns anos para alguns meses. Mas mesmo assim há várias questões éticas que precisam ser discutidas. Você pode se voluntariar e isso te matar”, diz o brasileiro Daniel Mucida, especialista em imunologia e professor da Rockefeller University, nos Estados Unidos, onde lidera um laboratório de pesquisa. 

O debate está ganhando força à medida que o número de mortes pela Covid-19 não para de crescer – já são mais de 300 mil vítimas de uma doença que surgiu há apenas cinco meses. A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou um documento com critérios para que o “teste de desafio” seja eticamente aceitável. “Se voluntários saudáveis, plenamente informados sobre os riscos, estão dispostos a ajudar a combater a pandemia ao participar de pesquisas promissoras, há fortes razões morais para, com muita gratidão, aceitar essa ajuda. Recusá-la significaria, implicitamente, sujeitar os demais a um risco ainda maior”, escreveram no final de abril Peter Singer, professor de bioética em Princeton, e Richard Chappell, professor de filosofia na Universidade de Miami. Neto diz estar ciente dos riscos. Pior, diz ele, é o que está acontecendo no mundo. “Quando eu vi as primeiras notícias sobre o coronavírus na China, eu pensei: ‘Será que chega aqui?’ Não pensei: ‘Será que a gente nunca mais vai sair de casa?’ Um momento que me marcou foi a cena do cemitério de São Paulo abrindo covas com escavadeiras. É praticamente do lado da casa da minha vó. Pode ser ela a ir para uma dessas covas.” 

As previsões mais otimistas são que uma vacina contra a Covid-19 esteja disponível em um prazo de um ano a um ano e meio. Para um leigo, pode parecer muito tempo, mas é um tempo nunca antes visto na história da ciência. “Uma vacina que sai do zero até ser produzida e distribuída nunca chegou nem perto desse tempo. Mesmo dois anos seria um prazo otimista. Depende de muita coisa dar certo. A da caxumba, uma das mais rápidas, levou quatro anos. Já a maioria das vacinas leva de dez a quinze anos”, diz Mucida. Ainda assim, os cientistas acreditam que a imunização contra a Covid-19 vai quebrar esse recorde. Já há 110 iniciativas em curso, segundo levantamento da OMS de 11 de maio. Dessas, pelo menos oito já iniciaram as fases de ensaios clínicos – a aplicação em seres humanos. A primeira fase visa verificar se a vacina é segura, ou seja, se não gera a própria doença ou outros efeitos colaterais. É preciso observar quem recebeu a vacina por algum tempo, já que algumas consequências podem demorar para aparecer. Já nas fases dois e três, metade dos participantes recebe a vacina em desenvolvimento, enquanto a outra metade recebe um placebo. Ninguém sabe quem recebeu o quê.

No processo tradicional, os participantes são vacinados e seguem vida normal. Os pesquisadores, então, ficam esperando, até que um número suficiente de participantes tenha pegado o vírus naturalmente. Aí, os resultados são comparados: quem tomou a vacina ficou menos doente do que quem recebeu placebo? Em caso afirmativo, outra pergunta importante a responder é quanto tempo dura a imunidade obtida com a vacina. Já com o “teste de desafio”, as pessoas seriam infectadas propositalmente com o coronavírus, eliminando o tempo de espera. “O vírus da Covid-19 é bastante agressivo para fazer o challenge trial (nome em inglês do teste de desafio). A não ser que a gente consiga, com o tempo, identificar e isolar uma variação do vírus que não gere uma doença tão grave [para infectar os participantes]. Como o coronavírus está agora, eu não faria”, diz Jorge Kalil, que lidera a primeira iniciativa brasileira para produção de vacina contra a Covid-19, no Laboratório de Imunologia do Incor (Instituto do Coração) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. 

Para limitar os riscos, a OMS indica que os estudos devem selecionar participantes jovens, sem comorbidades, monitorar seus quadros de saúde e garantir atendimento médico caso fiquem doentes. “Não fico preocupado em pegar Covid-19 em um ambiente controlado. Fico preocupado em pegar na rua”, fala Neto. Jandira, onde vive, não tem leitos de UTI para os seus 125 mil habitantes.

Os testes de desafios e, consequentemente, os riscos que podem ser impostos a voluntários como o brasileiro João Paes Neto seriam desnecessários se já houvesse uma vacina contra coronavírus antes de a pandemia eclodir. Outros seis coronavírus humanos eram conhecidos, nenhum deles com vacina ou tratamento. Houve diversos alertas de que uma nova cepa de coronavírus poderia emergir e gerar uma pandemia. “Essa pandemia poderia ter sido prevenida. Desde a Sars, que acabou em 2003, sabíamos que morcegos chineses carregam coronavírus, alguns deles com potencial de gerar uma pandemia. O que deveríamos ter feito era isolar alguns desses vírus e criar medicamentos antivirais e talvez até vacinas que poderiam inibir um grande número de coronavírus”, afirmou Vincent Racaniello, professor do Departamento de Microbiologia e Imunologia da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, na última edição do podcast que é hit entre virologistas, This Week In Virology.  

Mesmo se uma vacina anterior não se mostrasse eficiente contra o novo coronavírus, pelo menos ofereceria o caminho das pedras para a pesquisa atual. “Se já houvesse vacina contra coronavírus, poderíamos economizar tempo. Uma das dificuldades atuais é que nós não sabemos que tipo de vacina pode funcionar contra a Covid-19 e precisamos testar todas as possibilidades”, afirma Benjamin Cowling, chefe da divisão de epidemiologia e bioestatística da Universidade de Hong Kong. Todas as plataformas de vacinas conhecidas estão sendo pesquisadas: vírus atenuados, vírus inativados, vetores virais (outros vírus inofensivos, combinados com parte do material genético do vírus que se pretende combater), vacinas de ácidos nucleicos (trechos de DNA ou RNA que produzem parte do vírus, como a coroa de espinhos do coronavírus) e vacinas baseadas em proteínas (sem o vírus, apenas com uma proteína usada por ele). 

O principal motivo para ainda não existir uma solução médica contra os coronavírus, diz Cowling, é a falta de interesse comercial. “A maior parte do desenvolvimento de vacinas é financiado por empresas farmacêuticas, que estão de olho em um mercado potencial. Não existe mercado para vacina contra a Sars, porque a doença acabou, e contra a Mers, que afeta poucas pessoas hoje”. A Sars e a Mers, citadas por Cowling, foram as primeiras coronaviroses graves conhecidas. A primeira matou cerca de oitocentas pessoas (10% dos infectados), mas foi controlada e desapareceu. Já a Mers foi descoberta em 2012, também fez cerca de oitocentas vítimas (34% dos infectados) e ainda tem alguns casos isolados no Oriente Médio. Na época, as doenças foram bastante estudadas, mas depois os recursos foram embora. “Quando há um pico da doença, há mais recursos para pesquisas. Quando diminui o pico, diminui o recurso, [os financiadores] acham que problema está resolvido”, aponta Jorge Kalil, que também coordenou o desenvolvimento da vacina da dengue quando foi diretor do Butantan, de 2011 a 2017.

Diminuir o pico não significa diminuir o risco. Nos últimos anos, diversos estudos sinalizaram a importância de se preparar para uma nova epidemia de coronavírus. Um dos últimos foi publicado em março de 2019, por cientistas do Instituto de Virologia de Wuhan, o mais importante da China. “Acredita-se que coronavírus originados em morcegos vão reemergir e causar a próxima epidemia. A este respeito, a China é uma ‘zona quente’”, escreveram. “O desafio é prever quando e onde isso vai acontecer”. Bastaram nove meses para, ali mesmo em Wuhan, hospitais começarem a receber pacientes com uma pneumonia até então misteriosa. “O estudo chinês parece profético”, diz Nancy Bellei, virologista da Unifesp e uma das poucas brasileiras que já tinham experiência em coronavírus antes da Covid-19. “A emergência de uma pandemia de coronavírus não era uma possibilidade tão remota. Mas não era muito divulgada”, diz Bellei. 

Por isso, “os cientistas chineses apontaram que os coronavírus mereciam ser mais estudados”, fala a virologista. Em primeiro lugar, para monitorar os coronavírus que tinham mais possibilidade de se adaptar em seres humanos. É algo já feito, por exemplo, em relação ao vírus da influenza, quando vigiamos as gripes aviárias. Em segundo lugar, para desenvolver soluções médicas. Enquanto a influenza conta com vacinas anuais e um antiviral eficiente, o Tamiflu, contra os coronavírus não havia nada. Além da Sars e da Mers, eram conhecidos quatro tipos de coronavírus humanos, todos causadores de resfriados comuns. Genericamente chamados de HCoVs, são transmitidos tão facilmente que se espalharam pelo mundo todo, inclusive pelo Brasil. A maior parte dos casos é leve, mas os pacientes podem precisar de internação ou mesmo morrer, se tiverem outras comorbidades. Parte das mortes por Síndromes Respiratórias Agudas Graves sem causa determinada no Brasil é por HCoVs, mas não é possível determinar quantas porque o Brasil não testa esse tipo de vírus, diz Bellei, que estudou esse tipo de vírus. “Nós deveríamos ter ficado de olho nos dois, influenza e coronavírus.” 

Já em 2013, cientistas da Universidade da Carolina do Norte, Estados Unidos, alertaram para a urgência de soluções médicas contra os coronavírus. “Não há nenhuma vacina ou antiviral contra nenhuma dessas infecções [por coronavírus]. O desenvolvimento de uma terapêutica e estratégias de prevenção que possam ser rapidamente aplicadas a novas cepas é uma prioridade de pesquisa”. Sem isso, “o manejo clínico das infecções severas [por coronaviroses] é limitado ao cuidado paliativo”, lamentaram os pesquisadores. Sete anos depois, o cenário continua o mesmo. Por ora, resta às equipes de saúde tratar os sintomas da Covid-19 e esperar que o corpo do paciente consiga derrotar o vírus sozinho.

A corrida atual da ciência contra a Covid-19 evidencia como soluções anteriores poderiam ter antecipado o combate à pandemia. Uma das vacinas mais promissoras, é a da Universidade de Oxford, na Inglaterra, uma das poucas que já iniciaram ensaios clínicos. Foi desenvolvida a partir de um protótipo de vacina contra a Mers. A ideia é combinar um vírus de chimpanzé atenuado, inofensivo a seres humanos, com parte da sequência genética do coronavírus, especificamente a que produz a capa de coroa de espinhos. Uma vez dentro do corpo humano, o vírus de chimpanzé se reveste com essa capa. Em outras palavras, é como se vestisse uma fantasia de coronavírus. Outro exemplo é o antiviral remdesivir, recém-aprovado nos Estados Unidos para uso em casos graves de Covid-19. O medicamento, que já havia se provado eficiente em estudos de laboratório contra Sars e Mers, foi capaz de reduzir o tempo de internação de pacientes com Covid-19 de quinze para onze dias, em média. Está longe de ser a cura da doença, mas ajuda a liberar leitos dos hospitais. “Estamos orgulhosos que nossos estudos anteriores com o remdesivir na Sars e na Mers abriram o terreno para esse tratamento potencial contra a SARS-Cov-2”, celebrou a Universidade da Carolina do Norte, uma das responsáveis pela pesquisa original. 

Tanto a vacina de Oxford como a pesquisa da Universidade da Carolina do Norte não tinham objetivos comerciais. “A lição que fica é que precisamos de investimento em ciência básica. Eu não tenho que prever qual será o novo bicho. Eu tenho que ter um sistema eficiente para que, quando aparecer o bicho, eu consiga produzir de forma acelerada um tratamento contra ele”, explica Fred Fernandes, pneumologista do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Mas esse modelo não tem como prosperar sem investimento público em ciência e tecnologia, já que “a filosofia comercial que temos atualmente não consegue justificar um grande gasto financeiro com algo que não aconteceu ainda”, diz Fernandes. 

A falta de ações anteriores deixa o voluntário João Paes Neto “desapontado com as lideranças”. “Entendo que não são todos os países que poderiam se dispor a enfrentar um inimigo que ainda não conhecíamos, mas a ONU, a União Europeia, EUA e potências asiáticas poderiam ter prestado mais atenção aos alertas dos especialistas. Não que a pandemia não acontecesse, mas algumas mortes talvez fossem evitadas e o tempo para a vacina poderia ser significativamente menor”, reflete Neto, enquanto espera sua hora de entrar em campo e ficar cara a cara com o coronavírus.

AMANDA ROSSI (siga @amanda_rossi no Twitter)

Jornalista, trabalhou na BBC, TV Globo e Estadão, e é autora do livro Moçambique, o Brasil é aqui

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
BOL Folha.com Estadão.com Folha.com G1 UOL O Globo online Portal Exame Yahoo! IstoÉ online IstoÉ Dinheiro online Agência Brasil Folha de S. Paulo Correio Braziliense online Folha de S. Paulo UOL Folha.com O Globo online UOL BOL Yahoo! Portal R7 IstoÉ Dinheiro online TV GloboNews Portal R7 Pequenas Empresas & Grandes Negócios online Portal R7 G1 Correio Braziliense online Correio Braziliense Folha.com Folha de S. Paulo Yahoo! G1 Rede TV! O Dia (Rio de Janeiro, RJ) online SBT Interior São Carlos em Rede CNN (Brasil) Time 24 News (EUA) Jornal Ação Popular Folha de Londrina online DL News O Rondoniense Revista Dinheiro Jornal Tijucas Portal Cantu Z1 Portal de Notícias E 103,9 FM China.org.cn Xinhua Español (China) Portal Correio 1News.com.br Sociedade Científica Zero um informa Central das Notícias Terra Diário da Região (São José do Rio Preto, SP) online Head Topics (Brasil) Pfarma Jornal da USP online Central das Notícias Nota Diária Nota Diária Época Negócios online El País (Brasil) online Central das Notícias Só Notícia Boa Dica do tio Vale São Patrício Blog Jornal da Mulher Programa InfoSalud (Argentina) Central das Notícias O Alto Acre Notivagos Portal G1 News Central das Notícias Rádio Top Samba Litoral Hoje Silvani Notícias (G1 Notícias) Cenário MT Farol da Bahia Jornal Tijucas TV Assembleia - Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) Ternura FM Central das Notícias Portal da Enfermagem A Rádio Rock 89,1 FM Panorama Farmacêutico Conexão Tocantins ABC do ABC Blog A Crítica Brasil CT&I Biblioteca FMUSP Olhar Digital TV Cariri Rádio Studio 87.7 FM Central das Notícias Zero Hora online Anota Bahia Acontece Botucatu SBT Interior Mix Vale Ternura FM Portal F11 Os Cabeças da Notícia Bahia No Ar Tudo Rondônia O Vale online Poliarquia Portal Mato Grosso Jornal Alerta Idest Época Negócios online Central das Notícias Jornal Opção (Goiânia, GO) online ClickPB Central das Notícias Resende News Informativo Regional (São João do Sul, SC) A Voz do Triângulo Portal do Governo do Estado de São Paulo Diário da Saúde Pharma Innovation Ciclo Vivo Gizmodo Brasil Vix Circuito de Notícias Mirassol Conectada SBNotícias Portal Hortolândia O Grande ABC Notícias de Mato Grosso Comunidade Notícia Capitolio Consulting Portal Zukka Brasil Preto no Branco Encart Notícias Nossa vida de cada dia Blog dos Pinto Plurale online Tecmundo Região Noroeste RMC Urgente Jornal da Orla RMC Urgente Tudo em Dia Sistema Costa Norte de Comunicação WH3 Portal Lapada Lapada Diário Piauí Novo Cantu Notícias Saúde é Vital online Dinheiro Rural online ANADEM - Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética Terra Central das Notícias Conexão Marília Blog Tangará Acontece Portal do Zacarias JC Notícias (São Paulo, SP) Bananeiras Online Portal Paraíba Todo Dia La Gazzetta DF (México) Espaço Ecológico no Ar Psicologias do Brasil Blog A Justiceira de Esquerda Curiosidade e Tecnologia Região hoje Portal Hertz Jornal Z Norte online Tribuna de Jundiaí online SP Repórter News online Portal Thathi Jornal Visão (Moçambique) TV Band Diamante Online GR Notícias Gazeta do Santa Cândida online Acontece Pará SBNotícias A Semana (Curitibanos, SC) online Rápido no Ar El punto crítico (EUA) Revista Amazônia Wilson Vieira Portal Vilson Nunes O Rondoniense Poliarquia Portal Porciúncula RBN 94,3 FM Claudia online A Cidade On (São Carlos, SP) Votunews Razões para Acreditar Mix Vale Z1 Portal de Notícias Notícias de Campinas Portal do Governo do Estado de São Paulo Projeto Colabora Conti outra, artes e afins Tribuna União Central das Notícias Central das Notícias Planeta online Protec - Pró-Inovação Tecnológica Algomais online Esteta iGuanambi Poções24hs Revista Fácil Nordeste Lazer e Negócios Rede Pará Jornal Sudoeste Paulista ClickNews Dahora News RolNews Época online O Imparcial (Presidente Prudente, SP) online Jornal da Cidade (Bauru, SP) online Rádio Web Exclusiva (SE) Head Topics (Brasil) Revista Sustinere online Região Noroeste Meio Norte online Potengi News Central das Notícias A Tarde (BA) online CBN Notícias Folha de Pernambuco online Gazeta Regional (Santa Rosa, RS) O Dia (SP) Tudo Ok Notícias SBT Head Topics (Brasil) Confap - Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa Central das Notícias Jornal Grande Bahia Blog Mentiras Contra a Igreja Católica Minha Vida ACIG - Associação Comercial e Industrial de Garça A Tribuna (Santos, SP) online Inteligência & Inovação Agora no Mundo Rondonotícias Portal Agora no RS Madeirão Nominuto.com Novoeste Colniza Notícias Última Notícia (João Monlevade, MG) online Verde Vale FM 103,7 Jornal Dia Dia Ab Notícias News TV Replay Folha de Cianorte Fronteira da Paz Santa Portal Portal do Governo do Estado de Mato Grosso Sem Papas São Roque Notícias Surgiu Sudoeste Bahia Daniel no Blog Via 3 Notícias Ariquemes Alagoas Brasil Notícias Sindperícias-GO - Sindicato dos Peritos Criminais e Médicos Legitas do Estado de Goiás Jornal da Cidade (Bauru, SP) Atibaia MT Agora A Tribuna (Santos, SP) Eg News Plantão News (MT) Comunicando para refletir ON Jornal O Mundo do Biomédico O Diário de Mogi National Geographic Brasil online EFE (Espanha) Catraca Livre Amazônia Brasil Rádio Web A Semana News CN7 - Ceará News7 Catve FA Notícias Diário do Poder Correio de Rondônia Correio do Estado da Bahia (Blog) Bastidores do Poder Eg News Ata News Terra BBC Brasil Época Negócios online Destak (Portugal) online Bahia Ligada Economia & Negócios Expresso do Sertão Correio Nogueirense Atual MT Ciência na rua Opera Mundi APqC Notícias Euclides da Cunha FM 91.1 Boas Novas MG Informa Tudo DF Leticia Aguiar Top Stories Brazil Diário Patriota Head Topics (Brasil) Central das Notícias Zero Hora online Mix Vale Portal do Holanda Central das Notícias Noticias Diarias de Venezuela O Taboanense IG - Saúde Zero Hora online Canoinhas Online CNN (Brasil) Nota Diária Blog Henrique Barbosa Jornal de Piracicaba TN Online Toda Hora Ata News Central das Notícias Jornal Opção (Goiânia, GO) online Renovação Blog Obarão Folha Extra Chapecó Online O Atibaiense Papo Reto Novo Dia Notícias O Documento online GR21 – Gazeta Ribeirinha Jornal Integração Jornal Extra de Alagoas online Jornal Página do Estado Primeira Hora Portal do Zacarias Gazeta do Dia (Glória de Dourados, MS) O Imparcial (São Luís, MA) online Gonzaga Patriota Jornal O Sepeense Gazeta Norte Mineira online Folha Vitória online Beto Ribeiro Repórter Gazeta Brasil Jornal Gazeta do Estado Relevante News Salvador Notícia Nova Mais Jovem Pan PanAm Post (EUA) Sapo Lifestyle (Portugal) Leiamais.ba Política Livre Portal do Natan Momento MT Portal NPM Saense Rabgle Notícia em Tempo Portal O Sertão Midia News Campo Grande Gazeta da Manhã Portal GRNews Rádio Independente AM 950 Jornal do Oeste (Toledo, PR) online O Povo Folhamax Mais Goiás Entre Rios Jornal online Epoch Times Brasil Diário GM Folha de Londrina online G7 News Guarantã News Itaberaba Notícias Blog do José Duarte Lima Brasil 247 Brazilian Times (EUA) Conesul News Amambai Notícias A Gazeta Web Umuarama News SP Agora SP Agora Agencia EFE (Brasil) MaisConhecer.com Portal da Casa Espírita Nova Era RMF 24 (Polônia) Jornal da Fronteira online DCM - Diário do Centro do Mundo Agora Vale Região dos Vales Daynews FAPEMA - Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão Impala News (Portugal) Folha do Estado da Bahia (Feira de Santana, BA) online Blog do Eloilton Cajuhy Futebol 365 (Portugal) Tem Londrina Guarantã News Titulos.com.ar (Argentina) Verdinho Notícias APUFSC Estadão Mato Grosso online Blog Primeira Mão Thunder Cheats A Soma de Todos os Afetos Imprensa News Web Interativa Ponto Novo Bonfim Notícias Blog Nonato Notícias Blog do Rogério Alves Notícias O Otimista online Rondônia Dinâmica Jornal Primeira Página online Sim Notícias Terça Livre TV Portal T5 O Mais Positivo Página1 PB O Bom da Notícia Money Times Mix Vale MidiaMax Blog do Ronaldo Tiradentes Portal Rede Notícias O Nortão online O Repórter (RS) Diário Carioca Metro Jornal online Mega Curioso Jornal Preliminar Rádio Sanca WEB TV Mochileiros.com O Democrata online Serra News RJ Notícias de Coimbra (Portugal) Paulopes SAPO Notícias (Moçambique) Notícias ao Minuto (Portugal) Rádio Studio 87.7 FM Pelo Mundo DF Portal Cidades Online Jornal Nossa Voz Prensa Latina (Cuba) Sul Bahia1 Litoral FM Santos 91.7 Maracaju Speed Portal Roma News Carlos Lima Jornal Online Blog Aprenda Mecanica com Murilo Minha Rádio Net Guaraí Notícias Time 24 News (EUA) Rlagos Notícias Time 24 News (EUA) Zero Hora online Visão Cidade Escola Educação Claudio Tognolli Blog do Takamoto Jornal de Filadélfia ZDK News SAPO Notícias (Moçambique) SorocabaniceS Mar Sem Fim Deutsche Welle (Alemanha) FAPEMA - Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão Pleno.News Giro S/A Online Pais & Filhos online Fatos do Iguaçu online LabNetwork Investe São Paulo Universo Racionalista Central das Notícias Recôncavo no Ar A Província do Pará Central das Notícias Rondônia ao Vivo Jornal da Franca Rede Brasil Atual Rede Brasil Atual RMF 24 (Polônia) Zedd Brasil Criative Tech GR Notícias Sul Bahia1 Conesul News Blog do Lana GQ Brasil online NetNature Polinotícias Central das Notícias Indiaroba Web Bahia No Ar Notivagos Panorama Farmacêutico Head Topics (Brasil) Só Fatos Resende News Rádio Studio FM 98.3 Vale São Patrício Juruá Online Federação da Saúde Jornal Dimensão online News PHB Meio Norte online Notivagos Portal SBN Tropical FM 99 barradocorda.com Agora MS Teixeira em Foco Folha Patoense Acontece Agora Online Head Topics (Brasil) Salvador Notícia WH3 Blog do Flávio Chaves Coxim Agora Radar Amazônico Atibaia Blog Ultimas Noticias Blog de Assis Ramalho Blog do Lau Blog do Leandro Santos de Barra D'Alcântara A Voz do Triângulo Só Fatos Vale São Patrício Nas Notícias O Informante Sudeste Notícia Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Piracicaba e Região Meio Norte online Recôncavo no Ar Voz da Bahia Única News Pontal em Foco Iaçu Notícias Blog Cidade News Itaú Visão TV Central das Notícias Alagoas 24 Horas Diário de Itaporã Magrão Ace Ubaíra Ouro Preto Online News Rondônia Cidades em Foco Juruá Online Fátima Informa Barriga Notícias APM- Associação Paulista de Medicina Nas Notícias Rede de Notícias J Bastos Repórter Jornal Usina de Eventos Farmacotécnico Mundo Lusíada Jornal O Diário (MT) online - Clique F5 Central das Notícias RolimNotícias Valter Vieira Metro 1 Itupeva Agora Portal Sorriso MT Meia Hora Rádio Independência Folha Ribeirão Pires Fatos PB Jornal Regional Manaus Alerta MT é notícia Siará News Metro 1 iMato Grosso Dimas Santos.com.br