Notícia

Valor Econômico

Capital de risco caça pequenas geniais

Publicado em 27 fevereiro 2007

Por Françoise Terzian, para o Valor, de São Paulo
Investimento. Companhias mais cobiçadas no país são dos setores de TI, biotecnologia e telecomunicaçõesUm dos fatores que diferenciam uma pequena empresa inovadora de uma pura vendedora de commodity é quem está por trás dela, seja o chamado investidor-anjo (pessoa física que se arrisca a colocar dinheiro em projetos incipientes e de bom potencial de retorno) ou um investidor em fundos de venture capital (empresas privadas, estatais e fundos de pensão). Embora a presença desses investidores ainda seja pequena no Brasil em [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.