Notícia

Portal Exame

Câncer de mama agressivo em jovens pode ser hereditário

Publicado em 25 maio 2015

Por Elton Alisson, da Agência FAPESP
São Paulo - Uma parcela significativa dos casos de câncer de mama triplo negativo identificados no Brasil pode ser hereditária. Por isso, os familiares das pacientes diagnosticadas com esse subtipo de câncer de mama muito associado a mutações no gene BRCA1 – como a atriz norte-americana Angelina Jolie recentemente descobriu possuir – apresentam risco de desenvolver a doença. As constatações são de uma pesquisa feita no Laboratório de Genômica e Biologia Molecular do A.C.Camargo Cancer com apoio da FAPESP. Resultados do [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.