Notícia

FAPEAM - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas

Canadá busca firmar parcerias com o Brasil

Publicado em 02 dezembro 2011

02/12/2011 - Estimular o desenvolvimento de pesquisas em inovação através de parcerias institucionais. Essa foi a proposta apresentada pelo vice-presidente de operações do International Science and Technology Partnerships Canada (ISTP), Pierre Bilodeau, na tarde da última quinta-feira, 1º dezembro, durante o Fórum Conjunto do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (Consecti) e do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) em Manaus-AM.

Pierre Bilodeau apresentou os principais aportes da ISTP como forma de oferecer acordos entre instituições dos dois países para o desenvolvimento de projetos de inovação que visem ao beneficiamento mútuo dos envolvidos. "Queremos fomentar projetos de inovação e estimular parcerias entre instituições de pesquisa e desenvolvimento no Brasil e no Canadá", afirmou durante o evento.

Ele aproveitou a oportunidade para apresentar as áreas nas quais o ISTP investe. "Procuramos investir em pesquisas de desenvolvimento e em projetos de inovação com vistas ao comércio internacional. A ciência e a tecnologia não são apenas ferramentas para inovar e descobrir processos e produtos, mas um meio importante para promover o comércio internacional", destacou.

A ISTP decidiu investir 20 milhões de dólares, em quatro países China, Índia, Brasil e Israel por meio de acordos bilaterais, com foco em inovação. Os acordos são firmados somente entre empresa, pois segundo Bilodeau "a projeção social e comercial é mais ampla. Aqui no Brasil já fechamos algumas parcerias através da Fapesp e queremos identificar outras potencialidades para expandir e fechar novas parcerias", adiantou.

Prioridades

O ISTP prioriza estudos nas áreas de saúde e ciência e tecnologias limpas. O representante da instituição frisou que o propósito de sua visita é alavancar as pesquisas no Brasil, pois o País sabe quais aspectos importantes que devem ser desenvolvidos. "O Instituto sabe identificar os potenciais parceiros. O que queremos é unificar essas visões para que amanhã possamos ter uma conscientização local e que essas parcerias tragam benefícios mútuos", sinalizou.

O presidente do Confap e titular da FAP de Minas Gerais, Mário Neto, informou que a Fapemig tem interesse particular em estabelecer parcerias no âmbito acadêmico.

Sobre o evento

O Fórum Conjunto do Consecti e do Confap reúne em Manaus gestores na área de Ciência, Tecnologia e Inovação, secretários estaduais e presidentes das FAPs do Brasil. Em pauta, serão alinhavadas iniciativas voltadas para a internacionalização da Ciência e Tecnologia brasileiras. O evento encerra nesta sexta-feira, 2 de dezembro, e é organizado pelo Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas (Sect/AM) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM).

Rosilene Corrêa - Agência FAPEA