Notícia

Jornal da Tarde

Cana 'fabricada' será mais resistente

Publicado em 27 dezembro 2000

O Brasil poderá daqui dois anos produzir em laboratório uma espécie de cana-de-açúcar mais produtiva, resistente a pragas e doenças, além de ser tolerante à seca e a herbicidas. A espécie também será mais eficiente na absorção de nutrientes e poderá sobreviver mais facilmente em solos áridos e pouco férteis, anunciaram pesquisadores que participam do projeto Genoma da Cana, desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). De acordo com eles, será concluído em breve o Seqüenciamento dos 80 mil genes, o mapa completo da planta. O projeto é precursor do Genoma Xylella, do mesmo órgão, que em fevereiro concluiu o seqüenciamento da bactéria Xylella fastidiosa, causadora da doença do amarelinho nos laranjais paulistas. No caso da cana, os resultados já indicam que poderá ser utilizada como biorreator. Ou seja, além de produzir açúcar e álcool, a planta poderá ser usada na fabricação de compostos químicos para a indústria farmacêutica.