Notícia

Correio Popular

Campinas estreita laços com Israel

Publicado em 02 março 2013

O cônsul-geral de Israel, Ilan Sztulman, e o vice-presidente da Federação Israelita de São Paulo, Ricardo Berkiensztat, visitaram Campinas ontem e foram recebidos no período da manhã pelo prefeito Jonas Donizette (PSB). O encontro, que serve para estreitar as relações com o novo governo municipal, tem como objetivo intensificar a cooperação com o Brasil no desenvolvimento de conhecimento e novas tecnologias. “Já temos um bom relacionamento com a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) para cooperação acadêmica, queremos ampliar o intercâmbio de pesquisa e desenvolvimento”, explica Sztulman. Ele acrescenta que alguns dos cientistas de Israel que já ganharam o Prêmio Nobel na área de química e biologia têm parceria com cientistas instalados na cidade.

Sztulman conta que o governo de Israel assinou um convênio com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) para o desenvolvimento de tecnologias com a Unicamp. “Vai haver um cofinanciamento para o desenvolvimento de tecnologias que tenham uma aplicação comercial”, afirma.

O cônsul disse que estudantes israelenses fazem intercâmbio com a Unicamp e disse que o professor Leandro Tessler, coordenador de Relações Internacionais, visitou Israel para conhecer a universidade local.

Segundo Sztulman, a cooperação vai além das áreas comercial e científica. “Israel tem tradição na preservação da memória e estamos fazendo uma parceria com o movimento negro aqui de São Paulo para ajudá-lo a preservar sua história”, conta.

Potencial

Apesar de ser um jovem e pequeno país, Israel tem tradição de investir em ciência. “Somos um país de 64 anos que tem 8 milhões de habitantes, mas já recebeu oito Prêmios Nobel”, lembra Sztulman. O país é o terceiro a investir a maior parte do seu Produto Interno Bruto (PIB) em pesquisa e desenvolvimento. “Há uma paixão muito grande pelo conhecimento e sabedoria. Queremos fazer o que for melhor para o mundo. A intenção é ajudar e, se houver lucro, melhor”, diz.

O vice-presidente da Federação Israelita, Ricardo Berkiensztat, ressalta que o relacionamento diplomático e econômico entre os dois países foi intensificado ao longo dos últimos anos. “Há um respeito muito grande em relação ao Brasil. E há muito sobre Israel que as pessoas precisam saber. É um lugar fantástico para turismo, onde há uma liberdade religiosa muito grande e é possível viver em paz lá”. À tarde, Sztulman e comitiva também visitaram a redação do Grupo RAC.