Notícia

Notícias de Campinas

Campinas celebra Dia da Água com ações educativas

Publicado em 23 março 2019

O projeto pedagógico teve como palco o Centro de Conhecimento da Água, formalizado como Centro de Educação Ambiental de Campinas

Em comemoração ao Dia Mundial da Água, Campinas realizou nessa sexta-feira (22) dois eventos promovidos pela Coordenadoria de Projetos e Educação Ambiental da Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS) para a conscientização da data. De manhã, duas escolas participaram de atividades e passeios por trilhas de Joaquim Egídio. À tarde, foi inaugurado o Centro de Conhecimento das Águas, no Parque Jambeiro, que contará com um cronograma educativo fixo para motivar o uso racional da água e a preservação do meio ambiente.

O primeiro evento abordou o tema “Da nascente à foz: um ciclo que garante a vida”. Cerca de 160 estudantes das escolas estaduais Francisco Barreto Leme (Joaquim Egídio) e Dr. Thomas Alves (Sousas) saíram em passeata para celebrar o Dia Mundial da Água. O objetivo foi retratar a importância dos trabalhos de preservação e recuperação de nascentes para a vida. Os estudantes participaram de uma série de atividades como trilha, explicação de como produzir hortaliças em vasos, e explicação de como preservar uma nascente para a formação dos rios.

O Secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rogério Menezes, estava presente para receber os alunos e realizar palestras sobre as questões ambientais da cidade. Menezes destacou a importância da Área de Proteção Ambiental (APA). “A APA corresponde a 30% do território da cidade e mais de 60% das nossas nascentes estão nestas regiões; 95% da água que chega à torneira veem do Rio Atibaia”.

Já na parte da tarde, o projeto pedagógico teve como palco o Centro de Conhecimento da Água, localizado no Parque Jambeiro. O local foi formalizado como Centro de Educação Ambiental em um evento promovido pela Sanasa, que contou com a participação de cerca de 100 alunos da Escola Estadual Pedro Salvetti Netto, do Parque Ipiranga.

Rogério Menezes e o presidente da Sanasa, Arly de Lara Romeo, deram palestras sobre o Dia Mundial da Água e enfatizaram o importante papel que têm as crianças no meio ambiente. “Já foram parte do projeto 30 escolas. Agora é a vez da Pedro Salvetti Netto, que, inclusive, possui uma nascente que passa por ela”, disse Menezes.

Romeo relembrou durante a palestra a parceria que permite à Sanasa tratar o esgoto do município de Valinhos e anunciou a criação do Centro de Pesquisa em Água, que será um polo de estudos criado pela parceria entre a Sanasa, a Prefeitura, a Unicamp e a Fapesp. Segundo ele, serão investidos R$ 10 milhões por ano no projeto. “A parceria é importante, é a favor do meio ambiente”, comentou.

Os Centros de Educação Ambiental estão previstos no Plano Municipal de Educação Ambiental — quatro unidades. O primeiro deles, na Mata Santa Genebra, foi inaugurado em abril de 2018; agora entrou em atividade o do Parque Jambeiro; a terceira unidade será aberta no Bosque dos Jequitibás e a quarta ainda não foi definida.

“Hoje é um dia simbólico, mas este é um trabalho permanente. Os alunos receberam explicações sobre a realidade da cidade e visitaram nosso centro ambiental. A ideia é ainda mais ampla. Em breve o prefeito Jonas Donizette entregará no Bosque dos Jequitibás a mesma proposta, mas com o foco nos animais”, disse Menezes.