Notícia

Jornal de Jundiaí

Cachoeira Morangaba é de Jundiaí

Publicado em 06 julho 2008

Por Renata Reiter

A posse da Cachoeira Morangaba (que compreende uma área de 24 mil m²), concedida judicialmente ontem a Jundiaí, foi  uma das ações anunciadas pelo prefeito Ary Fossen no Dia Mundial do Meio Ambiente.

O prefeito divulgou ainda a desapropriação de cerca de 320 mil m² de área protegida próxima à cachoeira, no território da Serra do Japi. Também foram anunciados o convênio firmado com a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e a inauguração do chamado Espaço Verde, no próximo dia 18, nas dependências da Biblioteca Municipal Professor Nelson Foot.

O convênio com a Unicamp e Fapesp prevê a reforma, adequação e modernização dos equipamentos de pesquisas da Base de Estudos de Ecologia e Educação Ambiental (já existente na Serra do Japi) .

Responsabilidade - "Atualmente, o meio ambiente de Jundiaí e de parte do planeta já está muito melhor. Ainda é possível fazer mais, mas, sem dúvida, Jundiaí já está fazendo a sua parte", disse o secretário de Planejamento e Meio Ambiente, Francisco José Carbonari.

Para o prefeito Ary Fossen, é preciso plantar a "sementinha da preservação do meio ambiente" na mente das crianças e ter bom senso em relação a este tema. "No caso da Serra do Japi e da Cachoeira Morangaba, especialmente, vamos zelar, cada vez mais, pela preciosidade de sua água, assim como de sua fauna e flora", afirmou o prefeito.

Cinema ambiental - O secretário de Meio Ambiente antecipou, também, que, nos dias 7 e 8 de agosto deste ano, o município sediará um festival de cinema ambiental, com a exibição de 12 longas, produzidos por vários países. "Este importante evento só poderá ocorrer nesta data, porque a mostra internacional que selecionará os filmes será realizada no mês de julho", conta Carbonari.