Notícia

Folha.com

Cabo preso em asteroide pode ser usado como estilingue para impulsionar veículos espaciais

Publicado em 17 agosto 2019

Por André Julião | Agência FAPESP
Trabalho brasileiro foi premiado em conferência internacional Um veículo espacial é conectado a um cabo de 100 quilômetros de comprimento, ancorado em um asteroide. Dessa forma, o veículo pode ter sua trajetória alterada em muitos quilômetros, ganhando energia durante o processo de rotação, até finalmente se desconectar, sendo impulsionado em outra direção e podendo até mesmo sair do Sistema Solar. A viabilidade teórica dessa manobra espacial foi [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.