Notícia

TV TEM (São José do Rio Preto, SP)

Butantan terá remédio que evita morte de bebê

Publicado em 02 maio 2007

O Instituto Butantan produzirá um medicamento que ajuda a diminuir as mortes de recém-nascidos. A substância, desenvolvida com tecnologia paulista, é usada em bebês com síndrome do desconforto pulmonar e custará 70% menos que a média mundial.
Segundo o instituto, com a produção em São Paulo, os hospitais da rede SUS (Sistema Único de Saúde) do país poderão manter o líquido em estoque, e ele poderá ser rapidamente usado, logo após o parto.
O líquido foi testado com sucesso em mais de 200 bebês paulistas. A capacidade de produção do Butantan será de 200 mil doses por ano.
No projeto foram investidos pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e Ministério da Saúde cerca de R$ 8 milhões.

Sobre a síndrome
* O principal indicador de que o bebê pode ser portador da síndrome do desconforto pulmonar é o choro pós-parto.
* O médico percebe em instantes e recorre ao surfactante aplicando uma dose através da traquéia
* No Brasil, 50 mil bebês morrem todos os anos por insuficiência respiratória. No mundo, são dois milhões por ano
* O surfactante funciona como um detergente natural que limpa os alvéolos do pulmão

Fonte: Governo de SP