Notícia

Agência Estado

Brito Cruz deixa presidência da Fapesp

Publicado em 06 junho 2002

Por Janaína Simões
São Paulo - O reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), professor Carlos Henrique de Brito Cruz, deixará a presidência da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), pertencente ao governo estadual. Recentemente eleito para a reitoria de uma das maiores universidades do Pais, ele resolveu deixar o cargo para se dedicar à universidade. Os conselheiros da Fapesp já indicaram três nomes para a lista que chegará às mãos do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin(PSDB): Carlos Vogt, Nilson Dias Vieira e José Jobson de Andrade Arruda. O nome do novo presidente da Fapesp deverá ser escolhido pelo governador a partir dessa lista e publicado no Diário Oficial do Estado. A Fapesp, a maior fundação de amparo à pesquisa de todo o Brasil, recebe 1% da arrecadação do ICMS do Estado para investir em projetos de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação. A fundação completa 40 anos e comemora seu aniversário neste sábado, na Sala São Paulo, no centro da capital, em um evento que contará com a presença do presidente Fernando Henrique Cardoso. O lingüista Carlos Vogt, também da Unicamp, foi o mais votado pelos conselheiros, recebeu 12 votos. Vogt já foi reitor da universidade e atualmente é vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), além de integrar o conselho da Fapesp. Ele também coordena o Núcleo de Estudos em Jornalismo (Labjor), dentro da Unicamp, e é diretor-executivo do Instituto Unicamp, Fórum Permanente das Relações Universidade-Empresa, em São Paulo. Os outros dois indicados para integrar a lista tríplice a ser entregue a Alckmin são o físico Nilson Dias Vieira e o historiador José Jobson de Andrade Arruda. Cada um recebeu seis votos e também integram o conselho superior da Fapesp, como Vogt. Arruda foi chefe do Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP), e diretor do Instituto de Pré-História, do Museu de Arqueologia e Etnologia.