Notícia

UDOP - União dos Produtores de Bioenergia

Brito Cruz, da FAPESP, assume presidência do Conselho Diretor do Global Research Council

Publicado em 03 maio 2019

Por Eduardo Geraque e Karina Toledo  |  Agência FAPESP

O diretor científico da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), Carlos Henrique de Brito Cruz, foi eleito ontem (2) como novo chair (uma espécie de presidente) do Governing Board (Conselho Diretor) do GRC - Global Research Council (Conselho Global de Pesquisa, em tradução livre).

O Global Research Council é uma organização virtual, composta pelos chefes de agências de financiamento de ciência e engenharia de todo o mundo, dedicada a promover o compartilhamento de dados e melhores práticas para colaboração de alta qualidade entre agências de financiamento em todo o mundo. Membros do GRC estão reunidos em São Paulo nesta semana, para seu encontro anual, onde discutem importantes temas voltados para a pesquisa em todo o planeta.

Brito Cruz assume como chair substituindo Vladislav Panchenko, presidente da Russian Foundation for Basic Research (RFBR), da Rússia. O mandato será de um ano.

Constituído em 2012, o GRC reúne os chefes das principais agências de financiamento à pesquisa do mundo, com o objetivo de promover e compartilhar dados e melhores práticas para a colaboração de alta qualidade entre seus participantes. A reunião anual de 2019 será encerrada nesta sexta-feira (03/05), em São Paulo.

Para o presidente executivo da UDOP, Antonio Cesar Salibe a eleição de Brito Cruz para tão importante função junto ao GRC mostra a força da FAPESP e a liderança de sua diretoria, que além de Brito Cruz, na diretoria científica, ainda conta com a presidência de Marco Antonio Zago, outra referência neste segmento de fomento a pesquisas.

"Sem dúvida alguma a eleição de Brito Cruz reconhece a importância da FAPESP, sua credibilidade e a contribuição científica que a agência tem não apenas no cenário nacional como também internacional", destaca Salibe.

O presidente da UDOP, Amaury Pekelman também destacou a importância da eleição da FAPESP para a presidência do Conselho. "A FAPESP é hoje referência em agências de fomento de pesquisa não apenas no Brasil, mas também com parcerias em várias partes de todo o mundo, e o diretor Brito Cruz é igualmente uma referência dentro da Agência", afirma.

Perfil

Engenheiro eletrônico e físico, Brito Cruz é professor no Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde foi reitor de 2002 a 2005.

Graduou-se em engenharia eletrônica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Obteve os títulos de mestre e de doutor no IFGW, onde leciona desde 1982. Atualmente, é professor titular no Departamento de Eletrônica Quântica.

Brito Cruz foi pesquisador visitante no Laboratório de Óptica Quântica da Universitá di Roma, no Laboratório de Pesquisa em Femtossegundo da Universitè Pierre et Marie Curie e pesquisador residente nos AT&T´s Bell Laboratories em Holmdel, New Jersey.

Na Unicamp, foi diretor do IFGW de 1991 a 1994 e de 1998 a 2002, pró-reitor de Pesquisa de 1994 a 1998 e reitor de 2002 a 2005. Foi presidente da FAPESP de 1996 a 2002.

Brito Cruz é membro da Academia Brasileira de Ciências e é Fellow da American Association for the Advancement of Science. Recebeu a Ordre des Palmes Academiques da França, a Ordem do Mérito Científico do Brasil e a Ordem do Império Britânico (OBE) em 2015.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas