Notícia

O Estado de S. Paulo

Brasileiros pedem patente de droga contra epilepsia

Publicado em 15 agosto 2001

Por EVANILDO DA SILVEIRA
Equipe da Unifesp descobre medicamento que evita doença pós-traumática Depois de quatro anos dê pesquisa, uma equipe da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), coordenada pelo médico Luiz Eugênio Araújo de Moraes Mello, do Laboratório de Neurofisiologia, entrou com o pedido de registro de patente, no Brasil e em mais de 30 países, da primeira droga com potencial para evitar o surgimento da epilepsia pós-traumática, doença que afeta entre 15 e 50% das vítimas de traumatismo craniano grave. Trata-se de um medicamento feito de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.