Notícia

TV Band

Brasileiros identificam estrela de 13 bilhões de anos

Publicado em 19 janeiro 2016

Da redação com Agência FAPESP

Pesquisadores brasileiros e norte-americanos, liderados por astrônomos da Universidade de São Paulo (USP), identificaram uma rara estrela, batizada de 2MASS J18082002-5104378, que pode ser uma peça-chave para a compreensão sobre os primórdios da nossa galáxia.

A estrela tem pelo menos 13 bilhões de anos e é pobre em metais, o que a torna difícil de ser estudada devido ao seu brilho fraco; por essa mesma razão, esse estudo é importante por se referir às primeiras fases de formação da Via Láctea.

“Existe um bom número dessas estrelas, mas a maioria delas é fraca, difícil de ser estudada em detalhe com telescópios. Trata-se de estrelas muito antigas e de órbitas muito caóticas, formadas quando a galáxia estava colapsando e afastadas da nossa vizinhança solar. Mas essa, em especial, está passando um pouco mais próximo do nosso sol, o que a torna mais brilhante”, conta Jorge Luis Meléndez Moreno, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG).

A 2MASS J18082002-5104378 possui um tamanho de cerca de 88% da massa do Sol e a temperatura na sua superfície é de 5.440 K, quase a mesma da estrela central do Sistema Solar. Em uma primeira estimativa, sua distância aproximada da Terra é de 2.500 anos-luz.