Notícia

Jornal Brasil

Brasileiros ganham quatro medalhas em Olimpíada Ibero-Americana de Biologia

Publicado em 16 setembro 2013

Por Agência FAPESP

Quatro estudantes brasileiros conquistaram medalha de bronze na sétima edição da Olimpíada Ibero-Americana de Biologia (OIAB), realizada na cidade argentina de Rio Cuarto.

São eles: Alexandre Chaves Fernandes, de Natal (RN), Lucas Henrique Rodrigues de Almeida, de Barbacena (MG), e Lucas Medeiros Lopes e Eduardo Cesar Diniz Macedo, de Fortaleza (CE).

A OIAB também reuniu estudantes da Argentina, Espanha, México, Portugal, Costa Rica, Equador, El Salvador, Peru e Bolívia, com o objetivo de promover o estudo das ciências biológicas e o intercâmbio de experiências.

Seguindo o mesmo modelo da Olimpíada Internacional de Biologia (IBO, na sigla em inglês), a OIAB foi baseada na avaliação de duas provas teóricas e três provas práticas. Os temas exigidos foram biodiversidade e conservação; ecologia e ambiente; e genética e evolução.

"Avalio como satisfatória a participação dos estudantes brasileiros, uma vez que todos ganharam medalhas", disse o professor José Carlos Pelielo, um dos líderes da equipe. Pelo regulamento, cada equipe tinha o direito de levar até quatro alunos.

Para competir em olimpíadas internacionais, os estudantes devem primeiro participar da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB). A Associação Nacional de Biossegurança (ANBio), responsável pela iniciativa no país, promoveu este ano um treinamento intensivo com os dez primeiros colocados da etapa brasileira.

Esses alunos assistiram a aulas em laboratórios da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) e do Instituto de Tecnologia ORT.

A próxima edição da olimpíada será em setembro de 2014, no México.

Mais informações www.anbiojovem.org.br/obb/index.php?mod=mat&id_materia=511&ID=

Fonte: Agência FAPESP