Notícia

Estadão.com

Brasileiros conseguem aumentar atividade luminescente de enzima

Publicado em 19 maio 2011

Agência FAPESP - Os pesquisadores do grupo de Bioluminescência e Biofotônica da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), campus de Sorocaba, deram um importante passo para, em um futuro próximo, possibilitar que algumas enzimas de interesse biomédico, biotecnológico e ambiental emitam luz. A propriedade é importante para estudar doenças como o câncer ou infecções bacterianas, por exemplo. Os cientistas descobriram um dos principais "disjuntores" presentes na "caixa de força" de enzimas com baixa capacidade de luminescência [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.