Notícia

Estado de Minas online

Brasileiro usava código secreto com flores nas relações amorosas do século 19

Publicado em 02 dezembro 2013

Por Luciane Evans
Da mulher que não pode se render àquela paixão, um botão de rosa-de-jericó. Para aquelas com peso na alma, um malmequer no cabelo. Ao homem traído, abacate. Áquela paixão arrebatadora, botão de cravo-carmesim. Olhando assim, essa ligação entre as flores e as relações afetivas pode não fazer sentido algum para os casais do século 21, que trocam mensagens instantâneas via Whats app, Viber ou via operadora de celular, compartilham vídeos e têm em mãos a liberdade de escolha e outras facilidades para expressar os sentimentos. No [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.