Notícia

O Tempo

Brasileiro é premiado e entra para o Hall da Fama da Internet

Publicado em 12 abril 2014

Internacional. Foram nomeados 23 especialistas e inovadores de 13 países Demi Getschko, do NIC.br, estabeleceu a primeira conexão à web no país, em 1991 -1 SÃO PAULO.

 

OBrasil passou a fazer parte do Hall da Fama da Internet, prêmio que homenageia personalidades que de alguma maneira contribuíram para a evolução da Internet em toda sua história. Demi Getschko, atual diretor do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC. br) e um pioneiro da internet no Brasil, recebeu, em Hong Kong, a nomeação para a categoria "conectores globais" pela Internet Society (ISOC), que criou esse prêmio, em 2012.

 

Getschko foi nomeado ao lado de outros 23 especialistas ou inovadores de 13 países. Sua contribuição mais lembrada à rede data de 1991, quando, enquanto atuava como coordenador de operações da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, estabeleceu a primeira conexão à internet no Brasil, entre a Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp) e a rede Energy Sciences Network, nos Estados Unidos.

Desde 1995, Getschko é conselheiro do Comitê Gestor da Internet (CGI. br). Nascido na Itália, ele é engenheiro eletricista formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo em 1975, com mestrado em 1980 e doutorado em 1989 em engenharia pela mesma instituição.

Foi diretor de tecnologia da Agência Estado, atuou como vice-presidente de tecnologia do IG e, por dois períodos, foi diretor da Icann - entidade norte-americana responsável pela gestão de endereços da web e números de endereço IP.

Atualmente, pelo CGI. br, Getschko é um dos responsáveis pela organização do evento internacional que pretende definir o futuro da governança da internet, o NETmundial, que acontecerá em São Paulo nos próximos dias 23 e 24 de abril.

A escolha do Brasil para sediar o evento - que tem entre seus objetivos, a definição de novas estrutu ras de governança para a Internet - se deu após uma consulta à Organização das Nações Unidas, que acabou indicando o país como melhor anfitrião.

Companhia ilustre Já foram premiados: - Vinton Cerf Cocriador do protocolo TCP/IP - Tim Berners-Lee Criador da World Wide Web - Linus Torvalds Criador do núcleo Linux - Richard Stallman Ativista e responsável pelo nascimento da Fundação do Software Livre - Jimmy Wales Fundador da Wikipedia - Aaron Swar Ativista cocriador do RSS e do site Reddit Governança Brasil propõe criar Marco Civil mundial a SÃO PAULO.

Depois da aprovação do Marco Civil da Internet na Câmara Federal, os defensores da democratização e da maior segurança na rede já falam em um projeto global. OComitê Gestor da Internet (CGI.br) concluiu o texto que será apresentado no NETmund ia I, nos dias 23 e 24 deste mês.

 

Segundo o conselheiro Demi Getschko, o conteúdo do projeto é inspirado no Decálogo do CGI.br, documento que descreve os princípios "para a governança e uso da internet no Brasil" e que serviu de base para a construção do Marco Civil da Internet brasileiro. "A chance de criarmos uma legislação única para a internet é pequena", diz Getschko.

 

"Por isso, estamos propondo uma versão mais simples do Decálogo". Veterano da implementação da internet no Brasil, Getschko considerou "feliz" a mudança no texto do Marco Civil que diz que para casos de exceção ao princípio da neutralidade a Anatel e o CGI.br deverão ser consultados.

 

Flash Marco Civil Depois de três anos na Câmara, o Marco Civil da Internet foi aprovado. Está agora no Senado, onde será analisado, votado, e retornará à Câmara. A expectativa é que aconteça ainda neste mês. NICSR/DIVULGAÇÃO Pensador da rede. Demi Getschko é conselheiro do Comitê Gestor da Internet