Notícia

O Tempo

Brasil termina seqüenciamento genético da bactéria Xylella

Publicado em 22 fevereiro 2000

Por ALINE RESKALLA - ESPECIAL PARA O TEMPO
O Brasil acaba de se tornar o primeiro país do mundo a completar o seqüenciamento genético de uma bactéria patológica a plantas. Trata-se da Xylella fastidiosa, causadora do "amarelinho", doença que alinhe 34% das lavouras de laranja brasileiras, reduzindo drasticamente a competitividade dos produtores nacionais. O trabalho foi iniciado em 1097 com uma parceria entre instituto paulista de pesquisa Ludwig, a Federação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (Fapesp) e o Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus). Foram investidos US$ 13 milhões em uma equipe de 200 pesquisadores, coordenados pelo professor do Instituto Ludwig, Andrew Simpson. Ao todo, 35 laboratórios participaram do projeto, cuja conclusão ainda não foi divulgada oficialmente. POSSIBILIDADES Com a identificação do código genético da bactéria, agora será possível identificar as causas da doença - o que, segundo os pesquisadores, é um enorme passo para a descoberta da cura. A próxima etapa do trabalho será a interpretação das informações geradas pelos pesquisadores. O Brasil gera US$ 1,7 bilhão de receitas por ano com as exportações de suco de laranja, liderando o mercado mundial. As lavouras e a indústria processadoras geram hoje aproximadamente 400 mil empregos, segundo a Fundecitrus. Segundo o diretor-científico da Fapesp, José Fernando Perez, o projeto genoma da Xylella fastidiosa foi o primeiro passo para colocar o Brasil no seleto grupo dos países líderes em tecnologia genética. "Queríamos qualificar nossos pesquisadores para outros projetos, tão ambiciosos e ousados como esse", disse o pesquisador.