Notícia

Portal da Presidência da República

Brasil terá novo supercomputador de R$ 50 milhões para prever o tempo

Publicado em 07 outubro 2008

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) recebe até 13 de novembro propostas para a oferta de um novo supercomputador, que será adquirido por meio de concorrência internacional.

O contrato inclui a compra do supercomputador, rede de comunicações de propósito geral e sistema de armazenamento para o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) do Inpe, incluindo instalação, treinamento de pessoal e documentação.

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), e a Fapesp investirão 35 milhões de reais e 15 milhões de reais no projeto, respectivamente.

A expectativa é que o aporte conjunto de recursos do MCT e da Fapesp permita que o Brasil abrigue um dos seis maiores centros mundiais de previsão numérica de tempo e clima e de modelagem de mudanças climáticas globais.

O novo sistema de supercomputação será utilizado nas atividades do Inpe em previsão de tempo, clima e mudanças globais. Será usado também por pesquisadores da Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas do MCT e do Programa Fapesp de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais.

A capacidade de processamento do novo supercomputador será 50 vezes maior do que o Inpe dispõe hoje, o que permitirá a elaboração de cenários de mudanças climáticas globais de alta resolução espacial para os próximos séculos e projeções sobre extremos climáticos para a América do Sul.

O sistema, que será instalado em Cachoeira Paulista (SP), será compartilhado ainda entre o Cptec e o novo Centro de Ciência do Sistema Terrestre do Inpe, que se encarregará das pesquisas sobre mudanças climáticas, gerando cenários futuros para apoiar estudos de impactos e vulnerabilidade e subsidiando a elaboração de políticas públicas sobre adaptação e mitigação.