Notícia

Portal Exame

Brasil pode ter 6 vezes o potencial eólico estimado

Publicado em 03 outubro 2016

Por Noêmia Lopes, da Agência FAPESP
Uma revisão do potencial eólico onshore (“em terra”) do Brasil, realizada em resposta ao aumento da altura das torres de geração energética, aponta que o país pode ter uma capacidade seis vezes maior de produzir energia a partir dos ventos do que o estimado no último grande levantamento nacional, o Atlas do Potencial Eólico Brasileiro, lançado em 2001. A conclusão é de um estudo do subprojeto Energias Renováveis do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT-Clima), apoiado pela FAPESP e pelo [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.