Notícia

Desacato

Brasil ganha Museu da Natureza, dentro do Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí

Publicado em 28 janeiro 2019

Por Suzana Camargo

O que já era lindo vai ficar ainda mais bonito, interessante e educativo. Declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1991, o Parque Nacional da Serra da Capivara, no estado do Piauí, vai abrigar em breve um preciosidade: o Museu da Natureza, resultado do esforço e trabalho de uma das mais importantes arqueólogas de nosso país, Niède Guidon, de 85 anos, que dedicou sua vida a resgatar as raízes brasileiras.

A região próxima ao município de São Raimundo Nonato possui uma das maiores concentrações de sítios pré-históricos das Américas (mais de 1.200). Na área foram descobertas pinturas rupestres que comprovam a presença de seres humanos no local, há pelo menos 50 mil anos. Até hoje, este é o mais antigo registro da existência do homem no continente americano.

E é ali, em meio a impressionantes cânions, que foi inaugurado, no dia 18 de dezembro, o novo museu. O local tem como principal objetivo convidar os visitantes a fazer uma viagem pela história natural não somente da Serra da Capivara, mas do planeta.

O complexo mostra o surgimento da vida até os dias atuais, passando por etapas, dentre elas, o início da matéria e do sistema solar, a formação das placas tectônicas até a era dos dinossauros e o impacto do homem sobre a Terra e como consequência, as mudanças climáticas.

Com curadoria do renomado produtor e diretor artístico Marcello Dantas, o museu tem em exposição ainda fósseis encontrados na região, animais empalhados em tamanho real. São espécies de épocas pré-históricas, como preguiças gigantes, lhamas, ursos e mastodontes. Além disso, o complexo oferece “experiências sensoriais, graças à tecnologia de última geração.

Ao final da visita do museu, projetado em forma de caracol, os visitantes assistem a um filme, narrado pela cantora Maria Bethânia, que faz uma reflexão sobre a existência do ser humano na Terra.

De acordo com o escritório de arquitetura responsável pelo projeto, A. Dell’Agnese Arquitetos Associados, todos os sistemas de instalações elétricas, hidráulicas e ar condicionado atendem boas práticas de sustentabilidade. A água da chuva será reutilizada graças à construção de um tanque de retenção e haverá ainda uma pequena estação de tratamento de esgoto, já que não há rede pública local.

O Museu da Natureza é um sonho que se transforma em realidade para Niède Guidon. A arqueóloga, conhecida mundialmente, é presidente da Fundação Museu do Homem Americano (Fumdham), que administra o parque nacional, em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Depois da inauguração, ela diz que sairá de cena*. Pensa em voltar para a França, país o qual também tem cidadania e onde trabalhou durante muito tempo. Caso o faça, vai deixar pra trás um legado gigantesco aos brasileiros e um novo presente digno do tamanho da sua paixão pela Serra da Capivara.

*Leia aqui entrevista de Niède Guidon à revista Pesquisa Fapesp