Notícia

Tribuna MS

Brasil e Reino Unido discutem a internacionalização do ensino superior

Publicado em 28 janeiro 2020

Por Mariana Tokarnia, repórter da Agência Brasil em Londres (Inglaterra)

Representantes do Brasil e do Reino Unidos estão reunidos até quinta-feira (30) em Londres para estabelecer melhores práticas para internacionalização das universidades brasileiras e inglesas. O grupo de pesquisadores, agências de fomento do ensino superior e órgãos de governo participam do seminário UK-BR e de uma visita pelas instituições educacionais britânicas. A proposta foi uma iniciativa do programa Universidades para o Mundo, um programa criado para fortalecer a cooperação entre o setor da educação dos dois países.

Segundo a gerente sênior de Educação Superior e Ciência no British Council no Brasil ,Vera Regina Oliveira, em entrevista a Agência Brasil, a internacionalização possibilita o intercâmbio de estudantes e professores, além da parceria em pesquisas. “Quando você faz uma pesquisa internacional seu impacto de pesquisa aumenta, você é citado mais vezes, você se insere em outros grupos. A sua pesquisa fica mais rica, vira uma pesquisa de maior qualidade quando é feita em cooperação estrangeira. Você adquire outras perspectivas”, explica.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) estima que em 2018 foram publicados mais de 55 mil trabalhos científicos com autores brasileiros. Desses, 38% incluíam coautores de outros países. A Universidade Federal do ABC (UFABC) ultrapassou a média nacional com 58% destas parcerias.