Notícia

Agrosoft

Brasil e do Reino Unido fazem balanço do Ano da Ciência & Inovação

Publicado em 11 março 2008

O professor John Beddington, Conselheiro-Chefe para Assuntos Científicos do Governo Britânico, e Sérgio Rezende, Ministro da Ciência & Tecnologia, participam de encontro para a apresentação de resultados do Ano Brasileiro-Britânico da Ciência & Inovação, parceria inédita firmada entre os governos do Brasil e do Reino Unido.

Em sua primeira visita internacional desde a nomeação em 1º de janeiro deste ano, John Beddington está no Brasil participando de uma série de audiências com autoridades brasileiras e workshops com comunidades científicas. O principal objetivo de sua visita é divulgar os resultados obtidos através do projeto de cooperação entre Brasil e Reino Unido, iniciado em março de 2007, e fortalecer o apoio britânico à continuidade e crescente desenvolvimento da colaboração científica entre os dois países.

O Ano Brasileiro-Britânico da Ciência & Inovação já resultou em oito acordos de cooperação entre institutos de pesquisas dos dois países, visando a colaboração científica nas mais diversas áreas do conhecimento. Foram realizados mais de 40 eventos, que contaram com a participação de aproximadamente 1600 pesquisadores, além de 130 especialistas britânicos que vieram ao Brasil através do projeto.

O Prof. John Beddington é a autoridade máxima do Gabinete de Ciência e Tecnologia do Reino Unido com a responsabilidade em assessorar e aconselhar o governo britânico em questões relacionadas à ciência, tecnologia e inovação. Anteriormente, esse cargo era ocupado por Sir David King, que esteve no Brasil em março de 2007 para o lançamento do Ano da Ciência.

Com posição equivalente à de Ministro da Ciência e Tecnologia no Brasil, Prof. Beddington irá tratar de temas como os desafios de equacionar, com segurança, a produção agrícola voltada para alimentação e energia, no contexto do crescimento populacional e das mudanças climáticas.

ANO BRASILEIRO-BRITÂNICO DA CIÊNCIA E INOVAÇÃO

O Ano Brasileiro-Britânico da Ciência & Inovação, oficialmente lançado em março de 2007, consolidou o relacionamento entre as comunidades científicas brasileira e britânica. Entre os vários parceiros das ações desenvolvidas ao longo desse período estão Fapesp, Embrapa, Agência USP de Inovação, Capes, Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Centro de Estudos do Genoma Humano e, também, os britânicos Biotechnology and Biological Sciences Research Council (BBSRC), Universidade de Cambridge, Imperial College, Rothamsted Research e Universidade de Oxford.

O Ano Brasileiro-Britânico da Ciência & Inovação é fruto da visita oficial do presidente Luís Inácio Lula da Silva ao Reino Unido em 2006 e já promoveu a realização de mais de 40 eventos e celebrou, até o momento, oito acordos de colaboração entre instituições brasileiras e britânicas.